top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

Almanaque do Rio revela dados de Urussanga no final de 1920


Em suas pesquisas sobre a história de Urussanga, o jornal Panorama SC encontrou arquivos que mostram fatos bem interessantes entre o ano de 1927 e 1930.

Um almanaque, revista, impresso na capital do Brasil- que na época era Rio de Janeiro, informa que as atividades com maior destaque na agricultura eram o cultivo de milho, batata inglesa, arroz, feijão, mandioca, cana, videira e trigo.

O prefeito da época- Bernardo Tasso, devia ser muito criticado por não dar conta de arrumar os 550 quilômetros de estradas que ligavam “a villa de Urussanga a Cocal e Cresciuma”, embora a maioria do transporte fosse feito com a ajuda de animais e havendo apenas “uma dezena de carros que serviam nas melhores estradas”.

Informa ainda que havia 15 mil habitantes e apenas 1.100 eleitores. Números que parecem estranhos pelo elevado número de habitantes e pouco eleitores, mas que pode ser explicado pelo fato de o município de Urussanga englobar outros quatro municípios (Siderópolis, Treviso, Morro da Fumaça e Cocal do Sul), sendo que mulheres e menores de idade não tinham direito ao voto.


O Hospital de Caridade, atualmente Hospital Nossa Sra. da Conceição, que foi fundado em dezembro de 1927, tinha como médico responsável o também sub-Delegado de Saúde (cargo hoje correspondente a Secretário de Saúde)- Dr. Vittorio Giacone. Uma informação que vem enriquecer o currículo do homenageado na nova unidade de saúde no centro de Urussanga e mostrar sua grande contribuição para com a cidade.



Comentários


bottom of page