top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

Vinho Goethe safra 2023 passa pela primeira banca de avaliação do ano


O vinho Goethe da região dos Vales da Uva Goethe passou pela banca de análise sensorial do Conselho Regulador para obter o selo de Indicação de Procedência

Para receber o Selo, os vinhos produzidos nos Vales da Uva Goethe passam anualmente pelo processo de avaliação do Conselho Regulador. Nessa primeira etapa de avaliação, participaram quatro vinícolas e 11 produtos entre vinhos tranquilos e espumantes foram avaliados.

Esta foi a primeira banca de avaliação da safra de 2022/ 2023 e contou com 8 avaliadores, entre produtores de uva, empresários, enólogos e engenheiros agrônomos, e foi realizada na Vinícola Mazon, em Urussanga.

A análise sensorial é às cegas, e avalia o aspecto visual, aspectos gustativos e os aromas do vinho, de acordo com as normas do Caderno de Especificações Técnicas do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), uma espécie de manual elaborado para o órgão que regulariza a Indicação Geográfica.

“Esta é uma das etapas do processo de avaliação para que a vinícola recebe a permissão para uso do selo. O processo é muito importante para manter a qualidade do vinho branco feito a partir da uva Goethe e deve ser realizado anualmente,” explica a consultora Andréa Vargas dos Santos, consultora responsável pela implantação dessa Indicação Geográfica.

Para ser habilitado a usar o selo os vinhos passam por outras etapas e as vinícolas precisam seguir normas de produção que vão desde o cadastro dos vinhedos e tratos culturais dos mesmos, até o respeito aos aspectos culturais, ao saber fazer dos antepassados, e ao meio ambiente.

“Além da análise sensorial, os vinhos passam também pelas análises físico-químicas, e as vinícolas precisam preencher o formulário de rastreabilidade e demais documentos solicitados pelo Conselho Regulador. Um processo de controle que é referência no Brasil,” ressalta Andréa.

A Associação dos Produtores da Uva e do Vinho Goethe (PROGOETHE) desempenha um papel fundamental nesse contexto. Fundada em 2005, a entidade é composta por produtores de uva e vinho da região e tem como objetivo promover e elevar a uva e o vinho Goethe ao status de um produto nobre e especial junto ao público consumidor. Essa conquista foi alcançada em 2012, quando obteve uma indicação de procedência pelo INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial).

A uva Goethe é uma variedade híbrida, com 87,5% de genes de variedades de Vitis vinifera e 12,5% de genes de videiras americanas (Vitis labrusca). A Goethe adaptou-se às especificidades do solo, clima e umidade na região sul


Comments


bottom of page