top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

Vereador Datcho quer saber dos R$ 35 milhões do caixa da PMU


Vereador Ademir Bonomi, o Datcho,(MDB), questionou a forma como foram feitas as demissões na Prefeitura de Urussanga na última semana.

Na avaliação dele, servidores que atuam diretamente em benefício da população perderam o emprego, enquanto cargos políticos do alto escalão foram mantidos.


“Por que não demitiu o pessoal envolvido na Operação Benedetta? Esses continuam todos ali. Estamos tristes por isso, pelas pessoas. Precisamos de um planejamento melhor, que não acontece em Urussanga”, criticou o vereador.


Datcho informou que o vice-prefeito Jair Nandi (PSD), ao repassar o comando do Executivo ao titular, deixou em caixa R$ 12 milhões, além de R$ 23 milhões encaminhados para a execução de obras.

“O total disso tudo dava R$ 35 milhões. Isso sumiu assim, rapidamente? Não podia ter uma administração que administrasse isso direito?”, indagou.

Comentarios


bottom of page