Urussanga - Justiça bloqueia contas da escola Barão do Rio Branco


Algo inusitado aconteceu recentemente envolvendo a Escola mais antiga e tradicional de Urussanga, que em 2021 completa 80 anos de atividades.

Segundo a diretora da referida Escola- Simone Feltrin, a APP foi recentemente comunicada com relação ao bloqueio das contas do Barão do Rio Branco por Ordem Judicial por conta de Ação Trabalhista que a referida APP recebeu.

A ação foi movida por uma ex-funcionária do setor de serviços gerais que, segundo a Diretora, certamente entendeu defender os seus direitos e teve a sentença sendo-lhe favorável.

São R$ 48 mil que devem ser pagos, mas a Associação de Pais e Professores não tem meios para quitar este valor.

Tentando solucionar o problema Simone informou que a direção da Escola recorreu ao Governo do Estado e este, de imediato, se prontificou em resolver a situação. Em função disto, está sendo montado a toque de caixa um Processo para ser encaminhado à Secretaria de Educação do Estado para que o assunto seja resolvido o mais rápido possível.

“Neste momento, estamos com as contas da Escola bloqueadas e, inclusive, os recursos federais recebidos”, afirmou a diretora Simone que, mesmo diante da gravidade do problema, mostrava-se extremamente determinada a buscar a solução.