Tradição familiar- videiras no centro de Urussanga do nonno para bisneto


Na semana passada, mais uma vez foram podadas as videiras que são um exemplo de tradição familiar no centro de Urussanga.

Esse exemplares, que já passaram dos cinquenta anos, estão na residência da Família Damiani, na Avenida Presidente Vargas, onde Defendi deu início ao que hoje impressiona quem circula pela principal avenida da cidade.

Defendi, o patriarca que residiu no entorno da Praça Anita Garibaldi e foi o primeiro gerente do Banco Inco em Urussanga, era casado com dona Angélica e construiu um belo edifício na Avenida Presidente Vargas que, naquela época, nem pavimentada era.

Preocupado em manter a tradição italiana, Defendi foi buscar na localidade de Rio Carvão mudas de uvas niágara branca e rosada e ainda a tercy (popularmente chamada de preta e especial para suco).

Ao lado da residência fez seu parreiral e, por várias gerações a tradição iniciada pela matriarca Angélica é cumprida quando, na colheita, os frutos são distribuídos para a vizinhança.

Após Defendi, seu filho Dionísio ficou responsável em manter o parreiral produzindo. Após seu falecimento, o filho Diógenes assumiu a tradição de fazer a poda das videiras na lua crescente do mês de agosto e também presentear os vizinhos com as belas uvas sem nenhum agrotóxico.

Pensando no futuro, Diógenes ensina seu filho Diógenes Júnior a cuidar com amor das plantas que já chegaram à quarta geração.

O parreiral 4D (Defendi- Dionísio- Diógenes e Diógenes Filho) da Avenida Presidente Vargas é um exemplo de amor aos antepassados e também de vivência social, onde o excesso da colheita é compartilhado e os ensinamentos são transmitidos.

Atualmente, além de manter a tradição da nonna Angélica, seu neto Diógenes ensina o filho a produzir mudas de videiras para doar aos amigos. Depois da poda, ambos escolhem as melhores cepas e plantam em garrafas plásticas, aguardando o momento certo para presentear aqueles que tem desejo em cultivar este fruto que tornou Urussanga na conhecida Capital Catarinense do Bom Vinho.

Da redação de Panorama SC, os parabéns ao jovem engenheiro Diogenes Damiani e seu filho Diógenes por este belo trabalho de preservação cultural.



Diógenes com o filho Diógenes Júnior preparando as mudas a serem doadas.