top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

Siderópolis renova Gemellaggio com Val Di Zoldo


Parte da Comitiva de Val Di Zoldo, na Itália, foi recepcionada na manhã da quarta-feira 6/12, no gabinete do prefeito em Siderópolis.

O ato foi para renovação do protocolo firmado entre as duas cidades e os compromissos culturais e de intercâmbio.

O assessor de cultura e turismo da prefeitura, Arisson Fabricio Nunes, explica que um dos objetivos do documento é manter unidos os laços entre as cidades irmãs. “Queremos que Gemellaggio seja renovado por mais 28 anos e depois mais 28.

O principal objetivo do Gemellaggio é trazer mais pessoas para as associações italianas do município. É preciso ter a experiência dos mais sábios, mas também contar com os jovens que são o futuro das entidades culturais”, afirmou o assessor.

Em seguida o documento dos compromissos foi assinado entre o prefeito Franqui Salvaro e pelo presidente da Associazione degli Amici de Rio Jordão, o Giacomo Renzo Scussel, que representou o prefeito de Val Di Zoldo, Camillo De Pellegrin.

O prefeito Franqui reforçou a importância de Siderópolis manter as amizades com Val Di Zoldo. “Precisamos dar continuidade a esta tradição e com os laços com a Itália, que não devemos perder nunca. São 28 anos, não podemos esquecer os nossos antepassados”, declarou Franqui.

O representante zoldano também entregou o documento de renovação do Gemellaggio, encaminhado pelo prefeito Camillo De Pellegrin e agradeceu pela recepção e pelo acolhimento dos sideropolitanos.

*Recepção com samba*

Ainda na noite de terça-feira, dia 5, a comitiva foi recepcionada pelo Governo Municipal por meio do Departamento de Cultura e Turismo, Associações italianas de Siderópolis e Comissão Organizadora do Gemellaggio ao som do tradicional grupo de samba Trem de Ferro.


*Homenagens e memória*

Neste domingo, dia 10 de dezembro, está prevista uma celebração religiosa em italiano, na capela São Floriano na comunidade do Rio Jordão. A cerimônia será conduzida pelo Padre Orionita Anderson Cristian Rodrigues e terá acompanhamento do Grupo de Cantores da Associação Bellunese – Família de Siderópolis.

Depois da missa, as autoridades e a comunidade fazem uma caminhada da Capela São Floriano até o monumento ao Imigrante Zoldano e da Pedra Símbolo do Gemellaggio, onde também está a obra do artista Bruno de Pellegrin. O momento será uma homenagem de reverência à memória de todos os parentes e amigos.


*Sobre o pacto*

O Gemellaggio foi celebrado entre Siderópolis e a Comune de Forno di Zoldo, hoje, Val di Zoldo, em de dezembro de 1995. Para o presidente da Associação Cultural dos Amigos de Forno di Zoldo, que também é membro da Comissão Organizadora do Gemellaggio, Angelo Natal Périco, o pacto de amizade entre as cidades irmãs vem resgatando o orgulho, a dignidade e o sentimento de italianidade dos descendentes de imigrantes italianos. “Ele edificou uma ponte que nos reconecta às nossas origens, criando laços sólidos e duradouros entre as duas comunidades”, comenta.

A maior parte da programação está prevista para acontecer na comunidade de Rio Jordão. O motivo é histórico, já que entre os anos de 1893 e 1895 a localidade recebeu duas levas de imigrantes, somando 30 famílias, oriundas da então Forno di Zoldo, que fundaram o distrito.

Comentarios


bottom of page