SERGIO MAESTRELLI

Rotary Urussanga



O Rotary Club de Urussanga promoveu na última sexta-feira, dia 17, o evento da Pizza. Foram comercializadas, segundo a presidente Edna Zannin Lopes, 297 pizzas, ora Calabresa, ora Margherita, esta última em homenagem à rainha italiana que era apaixonada por pizza. Acoplado ao evento, a doação de cerca de 300 litros de leite para o Hospital Nossa Senhora da Conceição.



PALANQUES DE GRANITO

Em recente passagem pelo interior, observei parreirais em descanso, parreirais abandonados e parreirais sendo desmontados. Os primeiros seguem a lei da natureza; os segundos, a lei da economia dos homens e os terceiros, a burrice de nosso tempo. Parreirais abandonados até se entende pela falta de mão de obra, envelhecimento da população rural, fuga da mão de obra jovem. Agora o que nos preocupa é o desmonte destes parreirais com palanques de granito que sustentaram safras e safras. Destruídos ou desmontados e vendidos a espertalhões, corta-se totalmente a possibilidade destes parreirais renascerem em épocas futuras com novos rumos na economia e no turismo. É crime de lesa pátria contra a nossa cultura. Um povo sem cultura, sem história e sem memória é o que a grande maioria dos políticos e dos governantes deseja que ocorra. Facilita em muito a vida deles. Porque o povo se transforma em gado no potreiro, no pasto com cerca elétrica. Fácil de conduzi-los para mangueira para serem ferrados com a marca de seu dono. Zé Ramalho, que por duas vezes já esteve aqui em nossa Festa do Vinho, identificou tal problema quando compôs a canção “Admirável Gado Novo” com o refrão “êh, ô, ô, vida de gado. Povo marcado, êh, povo feliz!” Muitos servem de sela ou usam canga e nem desconfiam. Poretti...


PÍLULAS

No domingo passado, dia 18, o calendário registrou o Dia do Médico. O nosso abraço aos médicos mais antigos da cidade: Dr. Cirilo, Dr. Arnon, Dr. Itamar, Dra. Dilma, Dr. Miguel, Dr. Cherubino, Dr. Adão, Dr. Brivaldo e aos mais jovens também. Aos médicos que fizeram história e já nos deram adeus como o Dr. Giacone, Dr. Veras, Dr. Aldo, Dr. Raul, Dr. Luiz, Dr. Jorge... nosso preito de gratidão. Diz um milenar provérbio judeu que “quem salva uma vida, salva o mundo”. Então o reconhecimento àqueles que ao salvarem vidas, vivem salvando o mundo.

Com base nos dados disponibilizados pelo Ministério da Cidadania e do TSE, o vizinho estado do Paraná tem 70 candidatos que irão concorrer às eleições de 2020 e que receberam Auxílio Emergencial e declararam pelo menos R$ 1 milhão em bens. E fica por isso mesmo.

Vítima de latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte, no domingo dia 18, Jovino Piucco, um urussanguense radicado em Garopaba desde o ano de 1955 quando lá se estabeleceu com farmácia. Foi vereador por 5 mandatos. Jovino Piuco era irmão da nossa vizinha, Dona Zuleima Piucco Baldin, moradora da Rua Cesar Mariot, também já falecida.

Ouvimos constantemente de altas autoridades da República de que apesar de tudo, “as instituições estão funcionando”. Só resta perguntar a essas autoridades o seguinte: Quais são essas instituições que estão funcionando e para quem elas estão funcionando, porque para a população, há muitas controvérsias.

A temperatura se elevou muito na última sessão da Câmara. E tornou a noite caliente. Essa nem o Ronaldo Coutinho ou o Márcio Sônego previram em seus abalizados boletins. Vamos ver se o calor persiste ou como se diz na linguagem técnica, foi um ponto fora da curva.

Governador Moisés lançou o edital para a finalização da SC 442 – São 3,2 km no distrito de Estação Cocal - Morro da Fumaça e 762 metros em Cocal do Sul. De acordo com a imprensa regional, lideranças políticas classificaram o lançamento do edital de licitação como “um dia histórico para o sul”. Se o lançamento de uma licitação de 4 km de asfalto com anos de atraso é um dia histórico para o Sul do Estado, deduzimos então que o dia da inauguração do trecho será considerado por essas mesmas lideranças um dia “super-histórico”. Como se observa, “tamo male de história meu fratello, tamo male de história”.

E afinal, qual era a marca da cueca usada pelo senador Chico: Calvin Klein, Lupo, Zorba, Mash, Diesel, Selene, Colcci, Cavalera, Kevland, Slip... Ninguém sabe dizer. Todos os olhos estavam voltados apenas para o dinheiro. Entre as notas reais, muitas notas de “lobo-guarás”. Ele, o Chico, pediu licença de 121 dias e assume o suplente que é seu filho com todas as mordomias, salários e benesses religiosamente em dia. Tudo em casa. Seja na casa dele ou na nossa casa, o Senado Federal. Beto Simão tem razão. O país da piada pronta não é Portugal. É o Brasil. Foi realmente um caso de DEMasia.

Nem no Campo e nem na varginha o Criciúma consegue ganhar. Foi a Minas Gerais e no município de Varginha/MG enfrentou o Boa Esporte, lanterna da Série C, e perdeu de 2x0. Da deprimente partida, o ponto positivo foi a volta dos comentários do Eraldo Luiz, o Janguinha. Estava com saudades de ouvi-lo. Para quem não sabe, o município de Varginha é o principal centro produtor de café do Brasil e um dos maiores do mundo. Sempre é bom saber aquele algo mais. Pode ajudar num concurso.


ATTENTI RAGAZZI

“Filho é um inferno e atrapalha” diz um ator brasileiro. Nunca observei tanta infelicidade numa frase tão curta. Vai se tratar com água benta, infeliz.