SERGIO COSTA

Mato e rio

Vereador Elson Roberto Ramos (Beto Cabeludo), que está entrando com um Projeto de Lei para mudar o limite de afastamento do leito de rios para construções de residências e também para mapeamento em loteamentos, reclamou essa semana do serviço de desassoreamento feito pela PMU no Rio Caeté, no Bairro da Estação. A administração municipal, por sua vez, informou que só pode fazer a limpeza do leito do rio e não de suas laterais, onde se localiza a mata ciliar.


Votação


Também foi do vereador Beto Cabeludo que surgiu a informação sobre possível erro de condução na votação da primeira tentativa de formação de Comissão Processante na Câmara de Urussanga.

Segundo Beto, durante seu exercício na Presidência da Mesa Diretora, pautou seu trabalho na instauração de Comissão Processante tendo como base a informação de Tribunais Superiores, os quais repassaram ao referido vereador, ser necessário ter apenas maioria simples (5 votos), para aceitar representação e posteriormente formar Comissão Processante.

Acontece que, no ano passado, quando foi feita a primeira tentativa de instauração de uma Comissão Processante contra o prefeito Gustavo Cancellier, o que valeu foi a teoria de que era preciso maioria qualificada. Ou seja, 6 votos. Como na votação só 5 votaram a favor, a representação foi arquivada e não houve formação de Comissão Processante.

Beto afirma que a informação da obrigatoriedade dos 6 votos veio durante um curso de capacitação em Florianópolis, quando “ o assessor jurídico da Câmara na época e o assessor parlamentar do MDB foram informados pelo palestrante do evento da necessidade de maioria qualificada, ou seja, 6 votos, para abertura de uma Comissão Processante.”

Mas o gran finale, segundo Beto, fica por conta de que o advogado palestrante que repassou a informação aos assessores jurídicos na Câmara de Urussanga, coincidentemente, hoje defende o prefeito Gustavo Cancellier. E fica a pergunta: o palestrante estava certo ou errado?


Ônibus lotado

Boatos que circularam na cidade e até dentro do Paço Municipal esta semana são de que o prefeito Gustavo Cancellier deve voltar a assumir seu cargo na próxima semana e alugar um “ônibus para demitir todos” que foram contratados pelo governo do PSD. Não sabendo se esta era outra previsão da Mãe Dinah urussanguense ou uma decisão da Justiça, este colunista foi questionar a Secretária de Administração Andresa Baldessar sobre o assunto que corre de boca em boca. E a resposta obtida foi que não há nada oficial sobre o retorno até o momento e que “se o prefeito Gustavo Cancellier voltar, não será necessário ônibus. Todos que foram contratados no período em que Nandi esteve no governo serão exonerados por nós em uma só canetada”. Este é o clima da Benedetta.


Líder de Governo

E rumores não faltam. O mais recente é sobre a indicação do Líder de Governo na Câmara de Vereadores de Urussanga.

Dizem que o vereador MDBista Luan Varnier pode vir a ser o novo líder do governo de Jair Nandi (PSD) no legislativo.

Mesmo que isso seja só boato, a verdade é que PSD e PP não devem mais ter a relação amigável que os levou ao poder na eleição passada.


Se foi

Uma das mais famosas indústrias catarinenses passou esta semana para o controle dos EUA. Isso porque o Conselho Administrativo de Defesa Econômica aprovou a venda da blumenauense Hemmer para a empresa norte-americana Kraft Heinz Company.


Baixando

Após registrar em 2022 o melhor janeiro dos últimos 7 anos, no mês de fevereiro Santa Catarina alcançou os melhores índices de criminalidade da série histórica para o período. De acordo com o setor de estatística do Colegiado Superior de Segurança Pública, houve uma redução de 10,5% no índice de homicídios, em relação ao mesmo período do ano anterior. Foram 41 casos contra 51 computados em fevereiro de 2021. Na mesma comparação, o indicador de roubo apresentou queda de 7,7%.


Homenageado

O atleta urussanguense Júlio Maciel, campeão nacional de Powerlifting nas categorias Novos e Master, recebeu Moção de Aplausos no Legislativo Municipal na noite da terça-feira 15/03. Nossos cumprimentos ao atleta que eleva o nome de Urussanga através de seu esforço e dedicação ao esporte.


Mudando

Com 194 assinaturas de moradores do bairro Nova Itália, vereador Luan Varnier está entrando com pedido para mudança no nome da escola.

Ao invés de Centro Educacional Profissionalizante, passará a ser somente Escola Municipal e manterá o nome do ex-prefeito Lydio De Brida.



A advogada e ex-vereadora pelo MDB em Curitiba/PR - Marlene Zannin, foi quem se filiou ao PT tendo as bençãos do engenheiro agrimensor urussanguense Carlos Alberto Sorato.


Fueiro


Vereador Luan Francisco Varnier baixou o fuero no administrador do Cemitério Municipal.

Referências feitas foram não apenas de incompetência, mas também de que ele (o administrador) lá estaria por apadrinhamento político, ao invés de capacidade de gestão.







Bom garoto

Quem esteve na Câmara de Vereadores de Criciúma falando sobre segurança pública na região foi o urussanguense e atual delegado regional da Polícia Civil - Vitor Bianco Júnior, filho do amigo Bianco e da saudosa Saletinha. Ao falar sobre a falta de policiais, Vitor disse que o efetivo não é o ideal para manter um atendimento adequado. “Nosso estatuto prevê 5.994 policiais civis. No entanto, temos apenas 3.400 em atividade. Poderíamos fazer um concurso público para chamar os 2.594 que faltam”, relatou o delegado