SERGIO COSTA

Sem credencial I

Pegou mal declaração atribuída a ex-vereadora pelo PP e ex-candidata a prefeito pelo MDB na última eleição em Urussanga, através da qual faz avaliações elogiosas relacionadas a “forma democrática” do MDB conduzir o encaminhamento de um possível diferencial em relação a escolha do futuro candidato a governador com a realização de uma prévia. Para muitos MDBistas da Benedetta, Stela Talamini não é a credencial para falar em nome do partido. E, para outros, a gafe é considerada maior quando, dizem eles, lembram que a escolha de seu nome como candidata não foi considerada democrática, já que muitos pretensos pré-candidatos com histórico no partido foram alijados da possibilidade de assumirem esta condição.


Marca política

Presidente do MDB urussanguense - Vanderlei Olívio Rosso, que já enfrentou manifestos de correligionários para que abrisse espaço no Diretório local para novas lideranças da turma da “chama”, vai levar em seu currículo a marca de ter apresentado e tornado candidata, a mulher que trouxe ao seu partido a maior derrota de toda a história político-partidária dos dois maiores adversários na cidade: MDB e PP. Será difícil alguém superar a marca de diferença de votos vistos na eleição de 2020.


Sem credencial II

Se a ex-candidata Stela é considerada pela turma “raiz” do MDB urussanguense como descredenciada para falar pelo partido, outro quesito vem sendo comentado nos bastidores quanto aos rumos a serem dados na direção do Diretório local. Enquanto correm boatos de que Renato Bez Fontana possa vir a ser o novo presidente da sigla no município, há quem se levante para lembrar que também ele não tem credencial para o cargo, haja vista que foi o coordenador de campanha da maior derrota do MDB na Benedetta.


Novo álibi

Turma da maconha poderá usar um novo álibi quando for surpreendida pela polícia portando o produto.

Isso porque novas pesquisas sugerem agora que as baterias de cânhamo(maconha) são ainda mais poderosas que o lítio e o grafeno. Então é só dizer que o baseado é para recarregar o celular! Pra se acabá!


Na Terra das Colinas

Uma boca de lobo encima de uma lombada virou piada na vizinha Orleans essa semana. Embora pessoal do setor tenha explicado que o fato ocorreu porque a lombada ficava encima da abertura da tubulação, não faltou quem anunciasse que em Orleans as leis da física são diferentes ou que a mudança de local da lombada evitaria o que foi considerado um ato errôneo por impedir a boa vazão da água da chuva.


Frase da semana

“Decidir o que não fazer é tão importante

quando decidir o que fazer.”

Frase do famoso Steve Jobs que cai como uma luva para os políticos.


Voz contrária


Vereador Luan Varnier foi voz contrária no plenário do legislativo urussanguense na noite da última terça-feira 27/04, quando mostrou sua revolta quanto aos projetos do Executivo que acabaram sendo aprovados por 6 a 2.

Segundo Luan, “a alteração na Lei Complementar n. 01/2021 visa ampliar a possibilidade de servidores receberem a gratificação por função de confiança. Antes era apenas para os do quadro permanente, agora será também para servidores do Município, sem distinção. Já o

PL PE n. 06 trata das funções de confiança, ocupadas mediante gratificações, e muda a redação de “exclusivamente servidores efetivos” para “servidores”, seguindo a linha das demais mudanças com o intuito de dar legitimidade para as escolhas discricionárias daqueles que poderão receber gratificações. As mudanças no Anexo VII são com esse intuito também, tirando a exclusividade de ser “servidor efetivo” para receber gratificação. Muda ainda alguns requisitos de escolaridade para determinados cargos” afirmou o vereador.


Outra voz


Quem se manifestou contra a aprovação das leis acima mencionadas, foi o presidente da JMDB - Leonardo Felippe, o qual usou seu espaço no Instagran para elogiar a postura dos vereadores Luan e Datcho (ambos da bancada de oposição) e criticar o que considera um “desrespeito com o dinheiro público” em época de pandemia, com leis visivelmente criadas para beneficiar apadrinhados políticos.









Postura


O voto do vereador Elson Roberto Ramos (ex Beto Cabeludo), votando diferente de sua bancada e se aliando aos vereadores de situação para aprovar as leis que dão maior poder ao Executivo no quesito uso do dinheiro público, não foi muito bem visto pelos militantes MDBistas que estão sempre atentos às ações dos representantes do partido no legislativo.

Seria essa postura de Beto nesta votação, a confirmação de que sua saída do MDB local é algo palpável e só depende de uma fresta que o possibilite permanecer sem partido na cadeira da Casa do Povo?


Chegou chegando

E é voz corrente em Urussanga que o novo delegado da comarca-Dr. Ulisses Gabriel, como se referem as pessoas, “chegou chegando”. Intensificando o combate ao tráfico de drogas, operações foram e estão sendo realizadas. Nem mesmo quem se abriga no bairro de Bom Jesus escapa da visita de Polícia Civil e da PM, para uma primeira “limpeza” contra os traficantes. Ao que se pode perceber e conhecendo o modo como Dr. Ulisses trabalha, a malandragem já está colocando as barbas de molho. Registro é positivo.


Preferindo humanos

Polêmica certamente é o que não faltará após o pronunciamento do vereador Rozemar Sebastião (Taliano) acerca dos animais de rua em Urussanga, que ainda circulavam em matilha quando os fotografei pelas ruas do centro da cidade esta semana, mesmo após a posse do já elogiado diretor do Combea - Felipe Catâneo.

Taliano acredita que a punição para quem abandona animais na rua devem ser mais rigorosas, para evitar que o poder público seja obrigado a investir no pagamento de alimentação e tratamentos de animais de rua, deixando de ir para a assistência social e resolver problemas de pessoas carentes. Rozemar fez um comparativo sobre o dinheiro gasto pelo Conselho Municipal do Bem-Estar Animal (Combea) em clínicas veterinárias com animais abandonados, enquanto famílias sofrem com a falta de alimentos por não se enquadrarem nas exigências legais da assistência social.


E por falar

Em diretor do Combea, recebi com satisfação a notícia de que estão conversando com universidade da região para fazer aquilo que por tantas vezes já foi mencionado por este colunista: colocar microchip na guadelada!

Tomara que Catâneo cate todos os problemas desta área, resolvendo de vez esta que é já uma questão de saúde pública. Sucesso, garoto! Depois, faltará somente algum vereador apresentar Lei normatizando a venda, cadastro e posse dos pets na cidade.


Só para lembrar

Quem cuida com carinho dos seus pets e quer um local onde também o trate bem, informo que o casal Fabiana e Welington Faquin ( do Patas & Pelos) já está atendendo em novo endereço. A ampla e moderna sede própria está localizada na rua Irmã Faustina, 315. Gente boa, merecendo o reconhecimento. Sucesso!


Para não dizer

Que não lembrei das flores, encerro com elogios ao pessoal da Secretaria de Obras que trabalha até nos feriados; ao pessoal da Secretaria de Saúde que vem mostrando organização e bom atendimento na vacinação e também ao Diretor de Trânsito - Rafael Salles, que aproveitou os “postes” das sinaleiras desativadas para uma nova sinalização indicativa. Muito bom.