SERGIO COSTA

Deco é o novo Presidente do PSDB urussanguense



Num trabalho de resgate liderado pela deputada Geovânia de Sá, o ex-vereador Vanderlei Marcírio (Deco) e atual Diretor do Samae volta ao ninho tucano de Urussanga.

Na qualidade de Presidente da Executiva municipal, Deco afirma que pretende concentrar suas ações no alinhamento de ideias entre novos e antigos filiados, buscando a unidade partidária necessária para que o PSDB possa seguir os novos rumos e conquistar, com seu trabalho, cada vez mais a confiança dos cidadãos e seu espaço na representatividade popular.

O novo Presidente Deco contará com nomes de expressão. Entre eles:vereador Fabiano Murialdo De Bona, Odair da Silva Defrein, Alex Paul , Nayglon Goulart,Marilene Américo, Araldo Krüger, Marcos Roberto Silveira, Vanio Carniato, Liliam Aparecida Boger, Jubiano Carara e Moises da Rosa.


Não pediu

Retrucando a nota veiculada nesta coluna na semana passada, sobre pronunciamento do vereador Elson Roberto Ramos (Beto Cabeludo), ex vice-prefeito Luiz Henrique Martins (Cuíca) afirmou que não pediu ao vereador Beto o cargo de assessor parlamentar do MDB ao seu sobrinho.

Inclusive Cuíca afirmou que, após o pronunciamento de Beto na Câmara, ligou para o edil para reclamar da história inventada em plenário.


O poder em números

Se formos seguir os números colocados nas urnas em eleições desde o ano de 2000, veremos que o PP foi o partido que mais colocou representante no Executivo urussanguense. Das últimas seis eleições, MDB venceu duas e PP venceu quatro. Ou seja, nos últimos 24 anos Urussanga foi e está sendo governada por dois prefeitos do PP que foram reeleitos: Luiz Carlos Zen e Gustavo Cancellier (totalizando 16 anos no poder) e por dois do MDB: Vanderlei Rosso e Jhonny Felippe (totalizando oito anos).


E por falar em política

Parece que a propalada formação do Partido Liberal em Urussanga continua na dormência. Segundo alguns prováveis integrantes da pretendida sigla no município, é necessário esperar o desempenho desta agremiação na próxima eleição estadual, pois se o Titanic afundar, a nível municipal então é “caixão para o Bily”.


Já a nivel nacional

O limite do bom senso foi extrapolado faz tempo quando se fala de políticos e justiça.

A última, para chamar todo mundo de imbecil neste berço esplêndido dito Brasil, foi colocar Renan Calheiros para liderar investigação de corrupção em recursos destinados a Covid. Para quem não sabe, senador Renan é réu em 17 processos no STF. E não foi porque ele ajudou os pobres!


Táboa da Lei

Entre início e fim de processos de impeachment, entre saída e chegada do governador eleito e as constantes mudanças de Secretários e Assessores no Executivo, catarinenses ainda assistem estupefatos as decisões de poderes. Afastado pela segunda vez, governador Moisés foi absolvido pelo Ministério Público Federal ( que pediu arquivamento do processo) e pela Procuradoria-Geral da República, que também achou por bem o arquivamento do processo contra Moisés. Enquanto deputados não definem se a montanha e a Táboa da Lei vão até Moisés, catarinenses perguntam: se um Governador não tem responsabilidade sobre o desvio de R$ 33 milhões feito pelo Secretário nomeado por ele, para que existe o cargo de Governador?


Pra se acabá

É precisarmos assistir essa bagunha de recursos para partidos fazerem média com a população em vésperas de eleição. Dinheiro pago pelo cidadão ao governo deveria voltar aos Municípios sem intermediários com interesses eleitoreiros.


Milenar

Se alguns urussanguenses morassem em Roma, certamente a cidade italiana estaria comemorando seus mais de 2.700 anos na última quarta-feira 21/04, sem seus monumentos histórico-arquitetônicos conhecidos pelo mundo todo. Afinal, para que serviria um coliseu cheio de pedras velhas de dois mil anos, diriam as cabeças pensantes que fazem da verticalização e do asfalto sinônimos de progresso e desenvolvimento.


Elogiando



Vereador Rozemar Sebastião (Taliano) teceu elogios à atuação eficiente do Secretário de Obras Jucemar Sangaletti. O vereador afirmou que o Secretário tem feito um excelente trabalho à frente da pasta. Rozemar registrou que a Secretaria de Obras aproveita os dias de sol para realizar os serviços, inclusive trabalhando nos feriados.

Taliano lembrou que em outras épocas os prefeitos torciam para chover para guardar as máquinas e economizar, e que a atual administração trabalha nos feriados e finais de semana para garantir estradas de qualidade e colheitas dentro dos prazos para os agricultores.

Fantasma italiano

Notícia desta semana na Itália é que um funcionário do hospital da cidade de Catanzaro, no Sul do país, estava desde o ano de 2005 sem comparecer ao serviço.

Informações dão conta de que neste tempo ele recebeu nada menos que R$ 3,6 milhões. Bem organizado o Hospital, que por mais de 15 anos tinha um funcionário na folha de pagamento mas não notou que ele era fantasma.


Na Justiça

Um casal morador de rua em Joinville, que havia sido condenado a quatro meses de reclusão por furtar cerca de R$ 150,00 de um supermercado, foi absolvido pela ministra Carmem Lúcia do STF.A informação é de que a Ministra aplicou o princípio da insignificância ao caso, em virtude da vulnerabilidade social dos réus.

Ministra fez realmente Justiça. Com tanto político desviando milhões até em cuecas e continuam soltos, seria injusto prender moradores de rua que furtaram essa “miséra”.


Concorrência chegando

A província de Mendoza, uma das principais regiões vitivinícolas argentinas, escolheu a cidade de Itajaí para ser a sede do primeiro hub de exportações no Brasil.

A inauguração do hub logístico ocorreu durante reunião virtual, na última terça-feira, 20, presidida pelo embaixador da Argentina no Brasil- Daniel Scioli e com a participação da secretária executiva de Assuntos Internacionais (SAI), Daniella Abreu.


Agitação

Se você está cansado da tranquilidade interiorana, onde quase nada acontece nesta pandemia, notíciário informa que o agito toma conta do Complexo Alemão.

Na manhã desta quinta-feira, moradores da zona norte do Rio de Janiro postavam nas redes sociais que não podiam sair de casa devido ao tiroteio e explosões .