top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

SERGIO COSTA

Legal, mas não justo

O som de um autofalante anunciando pelas ruas de Urussanga a possibilidade de se comprar 90 chocolates por R$ 20,00 resultou em muita polêmica nas rodas sociais da Benedetta.

Entre as várias opiniões, há os que acreditam ser natural este tipo de abordagem junto ao consumidor.

Outros, acreditam que este sistema é injusto, pois estes ambulantes chegam na cidade oferecendo produtos cuja qualidade pode se desconfiar em virtude do baixo preço, fazem suas vendas, pegam o dinheiro e vão embora.

Enquanto isso, os comerciantes locais precisam sustentar toda uma rede que vai desde o aluguel de imóveis até contratação de profissionais para prestação de serviços, participando ativamente de ações que visam o bem da comunidade o ano todo.


Sugestão

Este colunista sugeriu ao vereador José Carlos José- Zé Biz, que o mesmo apresente um Projeto de Lei para tornar obrigatório a todas as entidades, associações e instituições que recebem verbas de órgãos públicos, a criação de um site e de um Portal da Transparência para prestação de contas à população.

Isso daria maior credibilidade às ações de quem recebe o apoio que, no final das contas, sai do bolso dos cidadãos.


Fora da realidade

Preços dos aluguéis em praias de Santa Catarina estão fora das condições econômicas de grande parcela dos assalariados brasileiros.

O que a maioria dos proprietários pede por diárias e por temporada, só está acessível para quem vem com muito dinheiro lá das bandas onde circulam dólares, euros ou libra esterlina.


Fazendo sua parte


Núcleo da CDL Jovem de Urussanga, que garantiu o sorteio de seis prêmios para os consumidores que fizerem suas compras no comércio local, viu seu presidente Leonardo Felippe tirar as barbas do molho e incorporar o espírito de Noel para alegrar as famílias urussanguenses.

Trajado a rigor, representou o Bom Velhinho no trio elétrico que também levou a magia de personagens de contos infantis para as ruas da cidade na noite da terça-feira 8/12.

É isso aí. Quem quer, bota a mão na massa e faz.

Merecendo elogios a iniciativa da nossa juventude.


Acordo


Um “acordo de cavalheiros” resultante de uma reunião, para o qual o atual e reeleito vereador José Carlos José não foi convidado, pode ter definido os nomes dos futuros ocupantes da presidência do legislativo.

Segundo Rosemar Sebastitão, a sequência poderá ser esta: Odivaldo Bonetti (2021), Rosemar Sebastião (2022), Thiago Muttini em 2023 e, no quarto e último ano da próxima legislatura, o mandato será fracionado entre os vereadores Daniel Morais e Fabiano De Bona.


Na Assembleia

E não será surpresa para ninguém se, em 2022, o prefeito reeleito Gustavo Cancellier for lançado candidato a Assembleia Legislativa de Santa Catarina.

Seu nome, hoje já regionalizado, vem merecendo várias referências e manifestações de apoio não apenas em Urussanga, mas também em Morro da Fumaça, Cocal e Criciúma.

Aliás, Urussanga já foi referencial na política a nível estudal e federal com vários nomes.

Entre eles, Vanderlei Rosso, Rivaldo Antonio Macari e Ruberval Francisco Pilotto.

Este último, inclusive, tendo sido Presidente do Clube do Congresso Nacional, deputado federal Constituinte, Secretário de Estado e duas vezes prefeito de Urussanga entre outros. Independente de siglas partidárias, seria muito bom para a Benedetta reconquistar seu espaço na política estadual.


Novo sol

Enquanto nações menos evoluídas queimam neurônios, a China divulga para o mundo o seu “sol” artificial de energia nuclear e o computador quântico capaz de solucionar em segundos, problemas que um computador atual levaria milhões de anos para resolver.

Comments


bottom of page