SERGIO COSTA

Coordenador de campanha

Candidata a prefeita pelo MDB em Urussanga - Stela Dagostin Talamini anunciou essa semana o seu coordenador de campanha.


O nome escolhido foi o do engenheiro agrônomo Renato Bez Fontana, cuja experiência na área de Agronomia e Recursos Hídricos, com ênfase em Pesquisa e Extensão Rural vai desde o desenvolvimento sustentável, agroecologia, Bacias Hidrográficas, planejamento e desenvolvimento local, recursos hídricos e fitotecnia.

Aposentado pela Epagri, Renato atuou como extensionista rural em São Ludgero e Urussanga. Foi pesquisador na Estação Experimental de Urussanga, Gerente Regional do Projeto Microbacias Hidrográficas do Governo de SC e Banco Mundial, atuou como Gerente Regional da Epagri na Região de Criciúma, como Gerente Estadual de Planejamento e Articulação Técnica da Epagri e como Gerente Estadual de Marketing e Comunicação da Epagri, em Florianópolis. Respondeu pela Gerência de Outorga e Controle de Recursos Hídricos de SC, sendo também membro da Câmara Técnica Nacional de Águas Subterrâneas - CTAS, coordenada pela Agência Nacional de Águas - ANA.

Competência, diplomacia e ampla visão é o que não faltam ao recém nomeado coordenador do MDB urussanguense.



Tudo dominado e tudo resolvido

Da esquerda p/ direita:Sandrini, Leonardo Felippe, Dirlei Souza, Rozemar Sebastião e Gregório.


Reunião quadripartite na tarde da última segunda-feira(24) praticamente diante do Shopping Barraca do Taliano, área central da cidade.

Após muitas conjecturas e não poucas análises chegou-se a conclusão que todos estão com chances de vitória e que o pleito atualmente para a majoritária pode apresentar e confirmar surpresas tidas como não muito prováveis no atual momento. Para bons entendedores, resumindo: “gente tudo pode acontecer”.


Tutti contra

Dentre as histórias da política local, há um personagem bastante engraçado que costumava participar de comícios de vários candidatos.

Seu intuito nem era saber das intenções que seriam apresentadas ao povo em discursos, mas sim do churrasco que viria logo após.

Certa feita, questionado porque ia em comícios de adversários, ele respondeu num bom dialeto: “ mi piace andar via. Mangnon e bevon fin che podon. E doppo, voton contro tutti”.

Infelizmente, ele já faleceu e não poderemos descobrir em quem ele votava contra.


Sem mochilas

Passar defronte aos estabelecimentos escolares durante as caminhadas matinais ou vespertinas e não encontrar crianças e jovens com sua mochilas indo e vindo das aulas, é algo que jamais pensamos que pudesse acontecer.

Praticamente quase um ano letivo vivido de forma nunca vista na Benedetta e no mundo.


Coletando informações

Entre os dias 26 (quarta-feira) e a véspera do Sete de Setembro, duas coletas de dados(pesquisas) deverão estar sendo feitas em Urussanga.

Muito provavelmente serão do PP e do MDB.

Dirigentes e pré-candidatos estão ávidos para “medirem” as tendências do eleitorado.

A partir de então, o bicho vai de fato começar a pegar.

Quem está atrás nos números vai tentar alavancar e quem está na frente, se não cresceu, deve começar a preocupar-se.


Cirurgia

Prefeito de Urussanga Gustavo Cancellier precisou fazer uma cirugia de emergência na última quarta-feira 26/08, tendo sido submetido a uma apendicectomia.

Prefeito foi internado no hospital São João Batista em Criciúma e já foi liberado para recuperar-se em casa.


Cachorro louco

Se agosto é considerado o mês do cachorro louco no folclore popular, na política foi o mês das definições visando a eleição do próximo mês de novembro.

Mas isso não garante que todos os envolvidos tenham escapado desse ciclo sem ter contraído raiva.

Tem muita gente por aí espumando pela boca e louca pra dar uma mordida na canela de seu desafeto para ver se ele cai.