top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

SÉRGIO MAESTRELLI

PÍLULAS


  • “Desde que nascemos, já temos idade para partir deste mundo, marcado pela transitoriedade desta vida terrena. Que o Senhor traga luz aos corações que estão na escuridão”. Pe. Valdemar Carminati, na oração de exéquias de Eduardo Luiz Brighenti, 45 anos, no último domingo. Eduardo, nosso vizinho da Rua César Mariot, foi vítima de uma fatalidade, no trânsito no Vale do Itajaí e recebeu homenagem póstuma com os dizeres “Pelas Estradas do Além – Saudades Eternas dos Amigos” – do Moto Grupo Passeio, do município de Orleans, sua terra natal e também de seus amigos urussanguenses.

  • No mundo, há mais de 3,5 bilhões de pessoas que passam em média três horas por dia grudadas no celular, nos e-mails e nas redes sociais. É o que atesta pesquisa de uma universidade alemã. Necessidade real ou neurose digital?

  • Se realmente o aquecimento global é uma realidade, não sei, mas que o clima mudou, mudou. Tivemos um novembro de chuva e garoa, condições climáticas característicos de junho-julho. Onde anda o sol amarelo e o céu azul, o calor e os mosquitos della mostra Benedetta?

  • O Vice-Presidente e Senador eleito, Hamilton Mourão, publicou nas redes sociais uma nota em que ele convoca a “direita conservadora” para combater “a esquerda revolucionária”.

  • Em Morro da Fumaça, a Rodovia Municipal Tranquilo Sartor, que liga o centro da cidade à localidade de Linha Torrens, parece que não anda tão tranquila assim. Buracos e rachaduas no asfalto atrapalham. É a maldição das obras públicas sempre com a qualidade próxima do zero. E o povo paga pela obra e, depois, pelo retrabalho, fora os numerosos e populares “adendos e aditivos”.

  • Deixe de choro meu bem, porque senão eu começo a chorar também.

  • DEINFRA em Criciúma recebeu da Câmara Municipal de Urussanga o ofício de número “trocento”, pedindo providências para a Rodovia Genésio Mazon e a SC-108. Acho que este órgão governamental estadual utiliza tais ofícios apenas para rascunho no verso, porque providências nunca acontecem. O requerimento partiu do vereador Daniel Moraes. O edil pediu respeito deste órgão à Câmara e a Cidade.

  • A moda da indústria que produz muitos itens de consumo agora é este: manter o preço antigo e reduzir a quantidade do produto. Um artifício, uma artimanha para pegar os incautos, os sem noção. Isso se chama ludibriagem com o consumidor desatento. Observe tais cenas nos supermercados. Os preços realmente não aumentam, mas o peso da embalagem diminui.

  • Expectativa de vida do brasileiro sobe de 76,8 para 77 anos. Em 10 anos, segundo dados do IBGE, a população brasileira ganhou 2,4 anos de vida a mais.

  • Os vereadores Ademir Bonomi e Fabiano Murialdo De Bona viajaram a Brasília com os bolsos vazios, e esperamos que retornem com os bolsos cheios.

  • “A minha filha sempre foi luz e amor, e eu perdi a minha filha para o ódio”, afirmou Thais Fanttini Sagrilo Zuccolotto, mãe da menina Selena, morta numa escola num atentado covarde, estúpido e irracional. Já seu pai, o representante comercial Érik Serafim Zuccolotto, falou: “Já desabei várias vezes. Desde 6ª feira sobrou um vazio dentro de mim. Não estou vendo a hora passar. Estou parado, olhando para o nada o dia inteiro. Uma dor absurda”. Que loucura deste nosso mundo cada vez mais insano.

  • Vereador Zé Bis segue com vida parlamentar negando sistematicamente apartes à oposição. Ele não quer parlamentar com a oposição. Segundo o edil, os vereadores oposicionistas só têm a intenção de atrapalhar e tumultuar os seus pronunciamentos. “Parlare” somente com a situação, por enquanto. Não sei se essa história envolve um ponto e vírgula, ou é ponto final mesmo até o final do seu mandato.

  • A HACO, uma empresa de Blumenau com 94 anos, é líder mundial em identificação de marcas e é quem produz os brasões oficiais das camisas da Seleção Brasileira.

  • Foi excelente o comentário do colunista Cacau Menezes, citando o seu “Sul Maravilha” e se reportando ao trabalho de vários anos da professora Liz Regina Zapelini De Bona com relação ao II Concorso Hédi Damian. Neste concurso, os jovens relatam histórias de vidas de nonnos e nonnas, levando adiante a cultura italiana e as suas origens. Parabéns, Liz! E continue avante com esta batalha cultural. Urussanga e Longarone agradecem. E a história e a cultura também.


ATTENTI RAGAZZI


É, estamos mesmo vivendo um tempo de “rocambole de chuchu”.



Quem completou 35 anos de vida sacerdotal neste mês de novembro foi o Pe. Nivaldo Antônio Ceron, o mais tradicional e conservador dos padres de Santa Catarina. Foi ordenado padre em 1987 e, atualmente, é o capelão do Hospital Nossa Senhora da Conceição de Tubarão/SC. Ele, que é urussanguense da localidade de Rio Carvão, aqui esteve rezando a missa do Dia Dos Finados. Lá no Campo Santo conversou com dois fiéis devotos de Santaninha: Milton Luiz Nesi e Muracy José Nesi.



Dr. Genuíno, o urussanguense das caminhadas sem fim, aqui flagrado na Rua Pedro Damiani caminhando na contramão.


RODOVIA GENÉSIO MAZON

A opinião dos vereadores urussanguenses sobre a Rodovia Genésio Mazon.

Para o vereador Nel, a rodovia vive sempre em estado de calamidade.

Para o vereador Gilson Casagrande, a revitalização foi um tipo de “tapeação”.

Para o vereador Zé Bis, a revitalização foi feita com um material parecido com casca de ovo, e falta sempre um adendo no contrato. O vereador só não informou se o asfalto casca de ovo era de “galinha de granja” ou “galinha caipira”.

Já para o vereador Luan Varnier, a rodovia é uma sucessão de buracos.

Para o vereador Beto é só “enrolação”. É só um pede e não faz; um pede e responde que vai fazer e não faz. E os nossos deputados do Sul o que dizem? Nada. Vivem no módulo “quietinhos, quietinhos, quietinhos”. Ninguém quer brigar com o rei. Todos querem ser amigos do Rei. Isso dá divendos.



Por mais complicado que possa estar a sua situação, acreditamos que um desses produtos deverá resolver o seu problema.



Na noite da segunda-feira, dia 28, no magnífico espaço da Cappo Del Mondo Pizzeria do casal Renata & Dado Savi Mondo, na estrada do Caminho dos Imigrantes, na Comunidade de Rancho dos Bugres, ocorreu o lançamento da publicação “Rastros da Contaminação: Poéticas do Rio Urussanga”, de autoria dos amigos Augusto Zanelatto, Henry Goulart, Vanessa Lopes e Willian Marques. Enquanto os autores discorriam sobre as águas contaminadas e mortas do Rio Urussanga, os céus despejavam baldes e mais baldes de água pura e cristalina.

Augusto Zanelatto afirmou que “se no lugar de cada boca de mina tivéssemos uma cantina, estaríamos bem melhor”.

Numa noite de extrema sensibilidade cultural, os autores e o Rotary Club receberam inúmeros convidados, dentre eles a Diretora de Turismo, Renata Savi Mondo, do Diretor de Cultura Edson Savi Mondo, Fernando Preve do Comitê da Bacia do Rio Urussanga, Rosita Ribeiro Nascimento e Edevaldo Nascimento do Clube dos Treze, Renato Bez Fontana da Academia de Letras, Clairton Rosado, Diretor da Fundação de Cultura de Criciúma e a professora Isabel Rodrigues do Centro Educacional e Profissional Lydio De Brida.

“Rastros da Contaminação...” nos faz navegar num rio, cujas águas carregam a morte, quando deveriam carregar a vida, e vai além, nos leva a algo maior, nos leva a uma viagem em alto mar, para lançar a rede da conscientização ambiental em águas mais profundas. Urussanga lançou um produto cultural de primeira grandeza.

“Rastros da Contaminação...” constitui um alerta em grau máximo para que a comunidade repense a sua questão ambiental. Mais importante que recuperar o passivo ambiental é concentrar esforços em salvar e preservar os mananciais, as nascentes e as matas que sobreviveram ao processo da mineração do carvão. A geração passada poluiu o rio com a atividade mineradora. Hoje, a nossa geração polui o rio com o esgoto doméstico e industrial, com lixo e plástico que, jogados por uma atitude irresponsável e irracional, boiam em suas águas. O projeto já foi apresentado para mais de 700 alunos dos municípios de Içara, Cocal do Sul, Criciúma (Rio Maina), Lauro Müller, Siderópolis e Urussanga. Na imagem, da esquerda para a direita: Clairton Rosado, Augusto Zanelatto, Henry Goulart, Edna Zannin Lopes, Rosita Ribeiro Nascimento, Vanessa Lopes, Willian Marques, Edevaldo Nascimento, Renato Bez Fontana e Isabel Rodrigues.

Comments


bottom of page