top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

SÉRGIO COSTA


A posse da suplente Ivete Appel da Silveira (MDB-SC) no cargo de senadora da República, na quarta-feira 24/8, rendeu nos bastidores políticos catarinenses.

Esposa do inesquecível governador Luiz Henrique da Silveira, Dona Ivete é a primeira suplente do senador Jorginho Melo, do Partido Liberal, que deixou o Congresso para concorrer ao cargo de Governador do Estado em Santa Catarina. Até aí, tudo certo. O problema começou a partir do momento em que a ex- 1ª Dama anunciou que irá apoiar Jorginho, colocando-se contra seu partido que irá apoiar o atual governador Moisés na tentativa de reeleição.

Alguns MDBistas se revoltaram com a postura de Dona Ivete, enquanto outros a elogiaram por ser fiel a quem confiou em seu nome para substituí-lo no Senado e, pasmem, com o apoio do MDB na época, quando a turma rosso-nero estava muito interessada em derrubar os tucanos de Paulo Bauer e o PSD de Raimundo Colombo.

A nova senadora assumirá a cadeira por três meses, entre o período de 24 de agosto a 23 de novembro.


O coração de Dom Pedro no Brasil

O coração de Pedro de Alcântara Francisco Antônio João Carlos Xavier de Paula Miguel Rafael Joaquim José Gonzaga Pascoal Cipriano Serafim de Bragança e Bourbon, ou simplesmente, D. Pedro I (1798-1834), já se encontra em solo brasileiro.

Emprestado pelo governo português para ser exposto durante a comemoração dos 200 anos da Independência do Brasil, o órgão do primeiro imperador brasileiro foi trazido de Portugal a bordo de um jato executivo da Força Aérea Brasileira (FAB) que pousou em Natal perto das 6 horas da última segunda-feira (22), o órgão (preservado em formol) foi levado para Brasília onde, com honras, foi recebido pelo presidente Jair Bolsonaro e ficará exposto no Palácio Itamaraty de 25/08 a 5 de setembro.


Véio da Havan em alta

O empresário Lucano Hang, o famoso Véio da Havan, teve suas contas banidas no Instagram, Facebook e TikTok, por uma determinação do Ministro Alexandre de Moraes, baseado em conversas em um grupo fechado de WhatsApp. Dizendo-se inocente e considerando uma violação à liberdade de expressão, Hang lançou a Hashtag “#CensuraNão”, que subiu nos Trending Topics do Twitter, como o segundo assunto mais comentado do Brasil até a tarde da quarta-feira 24/8. Naquele dia, só perdia para a Hashtag “Rachadinha do Janones”, um apoiador de Lula e que é suspeito de crimes de corrupção.


Direitos iguais

Enquanto por aqui se busca cada vez mais os direitos dos animais de estimação, na terra dos colonizadores da Benedetta, as pessoas estão querendo ter também seus direitos ao sossego. Lá, dono de cachorro que late à noite e que prejudica os vizinhos, deve pagar indenização.

A decisão da Suprema Corte, foi anunciada esta semana na imprensa italiana.


Dando choque

Paternidade da diminuição no valor da energia elétrica em Urussanga está provocando curto circuito no legislativo urussanguense.

Vereador Zé Biz toma para si a autoria e é contestado com a afirmativa de que até o senador de seu partido - Esperidião Amin ( que muito lutou por isso) reconhece a importância do Ministério Público nesta grande conquista. Eita, “nóis”, nem na luz há iluminação!



Sob o slogan “Coração para ouvir, competência para legislar” o empresário e agora candidato a deputado estadual pelo MDB Thiago Zilli, continua sua caminhada pelos municípios da Região Sul e norte de Santa Catarina.

Em Urussanga várias lideranças já se engaram em sua campanha inclusive o vereador Luan Varnier que se diz satisfeito com a receptividade do candidato Thiago quando ao conversar com as pessoas percebe o interesse destas em relação as propostas do candidato.

“Estou sim, feliz por propor um nome a Assembleia Legislativa no qual confio pelo caráter, dinamismo e seriedade que passa com confiança a nós os seus apoiadores”, disse Luan


Adiado

Julgamento do pedido de retorno do vereador Rosemar Sebastião - Taliano, no Tribunal de Justiça/SC, que aconteceria neste 25/8 e acabou sendo adiado para o próximo mês de outubro.


Dando o que falar

Áudio do suplente de vereador Gilson Casagrande, que circulou no “zap zap” chamando de vagabundos os vereadores que se posicionaram contra a aprovação de Utilidade Pública para um Grupo de esportistas em Urussanga, rendeu e não foi pouco.

Primeiro o áudio gerou uma polêmica imensa sobre o mérito de quem receberia o benefício, levando-se em conta os quesitos exigidos por Lei .

Depois veio a indignação pelo fato de Casagrande ter desmerecido as homenagens que foram feitas aos Policiais Militares (um deles de Urussanga e homenageado até pela ONU) e também para a Coopercocal (cooperativa que ajuda o Hospital local, Apae, Festa do Vinho e disponibiliza até seu posteamento para colocação de internet no interior do município).

Por último veio a revolta de seus pares no legislativo que, indignados com a ofensa, foram até a delegacia registrar BO considerando-se abalados moralmente no exercício de vereança.

É isso aí. Às vezes é melhor ficar de boca calada.

Já diziam nossos nonos “em boca fechada não entra mosca”.

Comments


bottom of page