top of page

SÉRGIO COSTA

Gemellaggio I

Vamos esperar que dê resultado para la nostra gente o Fórum realizado pela Comissão do Gemellaggio na Sociedade Recreativa Urussanga semana passada e que custou para a PMU, segundo Portal da Transparência, a bagatela de R$ 14 mil em despesa.


Gemellaggio II

Gafe sem precedente foi esquecer o aniversário de Urussanga na programação e nos convites enviados sobre eventos dos 30 anos do Gemellaggio. Sem cidade, não há acordo internacional. Non’è vero?


Cerceando

Eu não fui na escolha da Rainha da Festa do Vinho por motivos particulares. Mas fui informado que não era permitido fazer live do evento. E eu pergunto: isso é verdade?

Bom, se eu tivesse ido, queria ver quem me impediria de fazer uma transmissão de um evento público e com entrada franca, organizado por uma Comissão instituída por Decreto pelo Prefeito e dentro de um patrimônio Público. Com certeza, iríamos parar no Plantão do Fórum e da Delegacia, se me fosse negado o direito de fazer a live, como representante de órgão de imprensa que atua na cidade há 30 anos.


Filme I

Coisa de cinema foi a revolta do cineasta urussanguense Luiz Fernando Machado, proprietário de uma produtora de filmes, aliás premiado internacionalmente, com a falta de atitude democrática na escolha da empresa que produziu a película sobre os 30 anos de Gemellaggio. O jovem encaminhou ofícios para a Câmara de Vereadores e o Ministério Público para obter informações. Também Instituto Catarinense de Cinema e Sindicato da categoria entraram em ação na busca de esclarecimentos. Notícia foi parar em site internacional.


Filme II

Governo municipal emitiu no dia seguinte ao pedido de Luiz Fernando, uma Nota de Esclarecimento dizendo que tudo está dentro da legalidade e dentro dos valores permitidos por Lei, sem precisar que seja feita licitação.

Só não deixou claro o valor que foi pago.


Filme III

E este filme dos 30 anos do Gemellaggio pode render problemas ao Paço Municipal. Isso porque a contratação foi feita no tempo em que o irmão do dono da produtora escolhida para produzir o referido filme, era assessor de imprensa da municipalidade. Fato que também gerou descontentamentos e dúvidas.

Aliás, gostem ou não, produtoras que não tiveram oportunidade de participar, tem todo o direito de questionar. Isso é democracia.


Frase

“É tanta ideia de girico que eu vejo, que até duvido estarmos realmente em processo de evolução da humanidade”.

Frase de um leitor de Panorama sobre alguns acontecimentos na Benedetta.


Grato

Reconhecimento pelo que fazemos é algo que não devemos esperar, pedir ou comprar.

Por isso agradeço em meu nome e de minha esposa Marcia, as palavras elogiosas do vereador Thiago Mutini na sessão da terça-feira 24/5, sobre nossa participação na história de Urussanga e do Gemellaggio com Longarone, trabalho que consideramos reconhecido por aqueles que deram e dão credibilidade ao Panorama nestes 30 anos de atividades e, também, pelo próprio Poder Legislativo.

Por outro lado, deixo registrado meu pesar por não ter visto na lista de homenageados dos 30 anos do Gemellaggio, urussanguenses valorosos e desprendidos que viajaram para a Itália em 1991 ( com seu próprio dinheiro) para participar da assinatura do Gemellaggio por lá e participaram no ano seguinte, em Urussanga, da organização e da recepção aos italianos que para cá vieram. Muitos deles, ainda vivos.


Acabou

Empresário e homem forte nas contratações dos shows das mais recentes edições da Festa do Vinho, mais conhecido por Xororó, confirma que para o show de Henrique e Juliano não há mais Passaportes para área Vip. Para os demais shows, as vendas dos ingressos Vip continuam.


Na boquinha

Vídeo que circulou nos zaps zaps da vida esta semana, mostrou a habilidade de um político das bandas deste imenso Vinhedo, na dança da boquinha da garrafa.“Gente, me abana!

É pra se acabá!”, diria meu saudoso amigo Altair Sandrini. E eu digo: é deprimente!


Inacreditável

Parece que não dá para confiar em mais ninguém. Uma jovem da região lançou uma campanha pedindo ajuda financeira para tratamento de câncer. Quando descobriram a verdade, a mulher já tinha feito abdominoplastia e outras cirurgias estéticas.


Máquina de eventos

O filho mais novo de Urussanga, município de Cocal do Sul, vem se destacando quando o assunto é promoção de eventos. Depois do 1º Moto Tribos Cocal na semana passada, já estão organizando, de 4 a 7 de agosto, o Encontro dos Motor Home.


Um conselho

Quando o brasão do município de Urussanga indicar quem faz a festa, e nela for permitida a venda de bebidas, o bom senso orienta que se coloque vinhos e cervejas da Benedetta para venda. Se o povo não comprar, escolha dele. Mas este cuidado evita um monte de falação e descontentamentos.


Uma década

Cumprimento, com carinho, minha esposa Marcia Marques Costa, editora deste semanário há 30 anos e escritora que deixou registrado em 500 páginas de seu livro Tanti Anni Dopo, a história de Urussanga.

Lançamento ocorreu há 10 anos, numa linda cerimônia de 26 de maio, no auditório do Colégio Monsenhor Agenor, quando uma Comitiva com muitos italianos veio participar das comemorações dos 20 anos do Gemellaggio.


Título Juceli

Ex-vereador e ex-presidente da Câmara de Urussanga, membro da Comissão Organizadora dos festejos do centenário da Benedetta, voluntário em eventos de cunho cultural e influente político e articulador, Juceli Francisco é quem receberá o título honorifico de Cidadania Honorária. Honraria foi proposta pelo vereador Thiago Mutini.


Mui estressado


Quem está muito estressado lá na bela Itália, é o urussanguense e ex-prefeito Ruberval Francisco Pilotto que, juntamente com Cristina, está aproveitando o calorzinho da primavera na terra dei nostri nonni e curtindo a vista dos Alpes no apartamento do casal.

bottom of page