SÉRGIO COSTA

Saindo


Alegando ser uma decisão sua e baseada em cunho profissional, Sérgio Luiz Maccari Júnior deixou no último 31 de agosto a administração municipal de Urussanga, onde era responsável pelo Departamento de Planejamento- Deplan.

Possante, como é mais conhecido, foi presidente da Festa do Vinho , Diretor de Turismo e também presidente do PP urussanguense.

Em nota encaminhada à imprensa ele informou que as suas “atividades seguem normais, na JPP, e como membro da Executiva, Diretório e envolvido na campanha eleitoral que se aproxima”


A repercussão

Embora os apagadores de incêndio tenham tentado entrar em ação, a verdade é que não poucos estranharam a decisão do PPista em se afastar do poder administrativo num momento tão próximo do pleito eleitoral.

Se foi normal, ainda assim causou muitas especulações.



Pacto com Satanás

Ainda circulando pelos watsapps da vida, o vídeo do vereador José Roberto, conhecido como Roberto da Loteria (sem partido), de Camaragibe, no estado de Pernambuco, onde o dito vereador acusa o presidente da Câmara daquele município de ter roubado seu celular dentro do plenário da Casa.

Além disso, afirmou que o presidente Antônio Oliveira, o Toninho (PT), ligado a grupos evangélicos, “tem um pacto com satanás”.

O caso teve repercussão nacional e é, como diria Bóris Casoi, “ uma vergonha!”.


Soldados do Diabo

Enquanto isso, aqui pelo Sul, tem muito soldado do diabo querendo passar por construtor do céu fazendo postagens anônimas tentando denegrir a imagem alheia.

Pelo que fui informado, candidatos de situação e de oposição já foram vítimas desta covardia.

Para quem não conhece a história do anonimato na Benedetta, o político que sofreu grandes ataques anônimos permaceu no poder por 16 anos. Só sobraram os amarelados panfletos a testemunhar.

Aliás, a linha entre ser vilão e vítima é muito tênue.Se liguem, nem mesmo os caminhos virtuais são invisíveis.


Ferroada

A julgar pelo que se está vendo e sentindo nestes primeiros quarenta e cinco minutos, a partida eleitoral deste ano não deve terminar no empate e, mesmo assim, o resultado poderá advir da disputa nos pênaltis.

As colmeias, mesmo com esta estação semi fria, estão alvoroçadas, cada qual querendo garantir seus espaços, ainda que alguns lutadores morram com os próprios ferrões.


Mais eleitos que vagas

Muito embora as vagas para a Câmara de Urussanga sejam apenas 9, se a gente tirar um tempinho e medir a “febre” dos quase 60 pré- candidatos a estas respectivas cadeiras, não será difícil perceber que pelo menos uns trinta já se contam eleitos. Pore noi.


Transferência

Começou a correr na semana passada, o prazo para o eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida encaminhar ao TRE-SC pedido de transferência temporária para votar em uma seção com acessibilidade dentro de seu município, nas Eleições Municipais de 2020.

A transferência temporária também está disponível para mesários que vão atuar em seção diferente da que votam; juízes, servidores e membros do Ministério Público que estarão a serviço da Justiça Eleitoral; presos provisórios e adolescentes que cumprem medida socioeducativa; e membros das Forças Armadas, das polícias federal, rodoviária federal, ferroviária federal, civis e militares; dos corpos de bombeiros militares, dos agentes de trânsito e das guardas municipais que estiverem em serviço por ocasião das eleições.

O prazo para fazer o pedido vai até o dia 1º de outubro, com exceção dos mesários, que poderão solicitar a transferência temporária até 9 de outubro.


Pedras on line

Muitas tem sido as denúncias de que produtos adquiridos em sites na internet não chegaram aos consumidores conforme deveriam. Essa semana, uma notícia informava que uma mulher de Goiânia-GO, comprou um iPhone 11 Pro nas Casas Bahia e recebeu um pacote com uma caixa contendo duas pedras dentro. A consumidora afirma que, em contato com as Casas Bahia, a varejista pôs a culpa na transportadora. Mesmo assim, concordou em recolher a embalagem com as pedras e lhe enviar um novo pacote com o iPhone 11 dentro de alguns dias.

Se você compra pela internet, se liga aí na hora de receber as mercadorias.


Touro namorador causa prejuízo para seu dono

Um touro da raça nelore fugiu, invadiu uma propriedade vizinha e fecundou algumas vacas da raça Jersey.

Esta escapulida virou um litígio judicial porque o dono das vacas se sentiu prejudicado, uma vez que seu plantel com aproximadamente 30 fêmeas, todas puras com a finalidade de produção e venda de leite, poderiam se prejudicar por sofrer interferência genética que reduzisse a capacidade produtiva.

Essa história aconteceu em cidade do Sul do Estado, em 2016, e foi julgada pela 5ª Câmara Civil do Tribunal de Justiça de Santa Catarina na semana passada.

Ainda conforme o dono das vacas, o touro do vizinho é reincidente e há tempos destrói sua cerca e invade sua propriedade para cruzar com seus animais. O dono do touro, por sua vez, diz que não há provas das acusações e que “meros aborrecimentos” com a criação de gado não são passíveis de indenização.

Mas, tendo até notas fiscais comprovando a queda na produção de leite, os desembargadores decidiram por unanimidade, que o dono do touro terá que pagar para o dono das vacas R$ 10 mil por danos morais, valor menor do que o estipulado em primeiro grau. Vai ter que pagar também uma quantia - ainda não definida - pelos danos materiais.