SÉRGIO COSTA

O aluno mais famoso do Barão do Rio Branco


No mês em que a escola Barão do Rio Branco completa seus 80 anos, vale o registro de tantas pessoas que atuaram na vida pública e que estudaram neste educandário.

Entre eles,cito o primeiro prefeito de Morro da Fumaça Jorge Silva, os ex-prefeitos urussanguenses Torquato Tasso, Américo Cadorin, Adelino Bettiol, Lydio De Brida, Altair Giordani, Ruberval Francisco Pilotto, Vanderlei Rosso, José Vânio Piacentini, Jhonny Felippe e ainda o prefeito Luiz Gustavo Cancellier e também a primeira mulher a assumir o cargo de prefeito em Urussanga - Iris Cancellier.

Vereadores, então, faltaria espaço aqui para nominar todos.

Mas é preciso dizer que o urussanguense, aluno do Barão que teve maior destaque na vida pública a nível nacional, foi Ruberval Francisco Pilotto. Além de ser prefeito por duas vezes em sua cidade, ele se elegeu deputado estadual, foi duas vezes deputado federal, participou da instalação da Constituinte e da elaboração da Constituição de 1988, participou de várias Comissões na Câmara dos Deputados, além de representar o Brasil em vários eventos internacionais. Foi Secretário da Tecnologia, Energia e Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina e presidiu a Eletrosul Centrais Elétricas S.A.

Um currículo que, certamente, exigirá uma grande reviravolta no mundo político do Vale da Uva Goethe para que tenhamos tão grande espaço nas estruturas de poder a nível nacional.


Vandalismo

Vereador José Carlos José - Zé Biz, levantou esta semana um problema que é recorrente e sempre causa tristeza e revolta.

Trata-se da depredação de patrimônios públicos. Não é de hoje que se ouve notícias sobre pessoas destruindo lixeiras, canteiros, derrubando placas e até furtando mudas de flores de praças e jardins. Infelizmente, os mal feitores acabam ficando no anonimato porque é praticamente impossível vigiar a cidade inteira o tempo todo.

Vereador Zé Biz tem razão, é pra chorar! De desgosto e de revolta.


Entre um tiro e outro

Enquanto o vereador tucano Fabiano De Bona entrou com Projeto de lei visando proibir fogos de artifício e artefatos pirotécnicos com efeito sonoro ruidoso em Urussanga, o vereador do PSD Jaison Vieira entrou com Projeto de Lei para instituir o Dia do Tiro no município.

Para Jaison a prática deste esporte serve de “incentivo ao desenvolvimento de valores morais, sociais, de aprendizado e pátrios”.

Será que é por isso que se vê tanto bandido armado até os dentes em favelas deste país formando os ditos Poderes Paralelos?


Pólvora pra todo lado

Pronunciamentos dos vereadores Luan Varnier-MDB e Fabiano De Bona-PSDB na sessão desta quarta-feira 3/11, mostraram dois fatos.

1º- o tempo que o MDB acredita ser necessário para que o prefeito Jair Nandi (PSD) faça as modificações necessárias e governe a seu modo, já acabou. 2º- postura do vereador tucano Fabiano De Bona mostra independência e destemor às ameaças que o mesmo afirmou ter recebido. O homem está uma metralhadora.


Boas ideias

Vereador Jaison Vieira conseguiu resolver com criatividade, o problema de um cidadão que reside em Santana. Este santanense reclamou que sempre precisa perder um dia de serviço para buscar suas receitas médicas no Posto de Saúde, pois o funcionamento do mesmo é em horário comercial.

A solução encontrada pelo vereador e prefeito Jair Nandi foi definir que, a cada 15 dias, os profissionais de saúde irão atuar em horário estendido em todos os postos do município para atender os cidadãos que trabalham em horário comercial.

Já o vereador Luan Varnier, entrou com Projeto de Lei para que seja proibido cortar o fornecimento de água em véspera de feriados e finais de semana. Assim, o cidadão não ficará sem água até poder procurar a autarquia para resolver a pendência.


Pouca gente

Não sei se foi a Covid ou o feriadão, que muita gente emendou desde a sexta até a quarta-feira desta semana, mas o movimento no Cemitério Municipal durante o Finados caiu bastante. Ao menos nos dias que lá estive, na véspera e no dia 2/11.


Maresia

Enquanto em Urussanga há várias salas para alugar no centro da cidade, o boom imobiliário se faz presente no litoral catarinense. Os aluguéis estão pela hora da morte. Até no desestruturado Balneário Esplanada, onde moradores reclamam desde a falta de coleta do lixo, pavimentação e assaltos constantes às residências, os preços são altos. A temporada pode ficar entre R$ 7 a R$ 12 mil por imóvel. Isso daria uma média de aluguel mensal entre R$ 2 mil a R$ 4 mil entre dezembro e fevereiro.


Premiada

Em concurso mundial realizado na Bélgica, a cachaçaria Imigrante, em Pedras Grandes, ficou em 1º lugar com sua Cachaça Ouro. Parabéns aos vizinhos empreendedores e inovadores que vão em busca de visibilidade internacional.


Sistema de rodízio

E o mês dos mortos ressuscitou o assunto funerárias em Urussanga.

Fui informado de que, esta semana, uma Funerária da cidade protocolou ofícios em órgãos competentes pedindo o cumprimento da chamada Lei de Rodízio, que existe há tempo e não está sendo cumprida.

Por outro lado, também esta semana, vereador Thiago Mutini(PP) entrou com indicação na Câmara de Vereadores para colocar em discussão mudanças na Lei que rege a prestação de serviços funerários no município.

Assunto promete render.


No aguardo

Até o fechamento desta edição, as especulações giravam em torno da decisão que a Justiça traria nesta quinta-feira 4/11 ou mais tardar amanhã, sobre o retorno do prefeito Gustavo Cancellier. Aguardemos.


Dirigir aos 16

Também até o fechamento desta edição, estava sendo aguardada a votação, no plenário do senado, do projeto de lei que pode permitir a condução de veículos automotores já a partir dos 16 anos.


SC 108

“Autorizamos hoje a licitação para duplicação da SC 108, entre Guaramirim e Massaranduba”. Governador Carlos Moisés, na tarde desta quinta-feira 4/11, ao anunciar investimentos de R$ 200 milhões para esta obra no norte catarinense. E nós aqui?