SÉRGIO COSTA

Na lista

Acho que eu e o vereador Beto Cabeludo somos os próximos na lista da Dona Marcia Marques Costa, a ter as comédias relatadas em suas Histórias da Benedetta.

Não sabia que vereador errar o nome de um jornal e jornalista ficar nervoso por não conseguir desligar o telefone e encerrar a transmissão ao vivo, dava tanto Ibope.

Mas, dá! Vídeo viralizou na internet.

Bom, em meio a tanta desgraça, ao menos levei um pouco de alegria. E vamos em frente.


Saindo I


Em função dos fatos ocorridos a partir da Operação Benedetta, o desencanto de algumas pessoas tem levado a pensar em desfiliação das fileiras do Partido Progressista em Urussanga.

Um já confirmou sua saída e é, nada mais nada menos, que o jovem Sérgio Luiz Maccari Júnior, presidente da sigla entre 2013 e 2015.

Em sua nota à imprensa, Sérginho afirmou: “minha missão no Progressistas de Urussanga foi cumprida, ao longo destes anos. Mas, neste momento, os valores e princípios em que acredito não estão representados nos posicionamentos de alguns membros do Partido e a minha opção é a saída da Executiva e desfiliação do PP. Espero que as escolhas do Partido sejam acertadas e que os interesses pessoais e conveniências fiquem abaixo dos interesses do Partido. Com o tempo, certamente, a verdade dos fatos ficará clara para todos” conclui a nota.


Saindo II

Se por um lado o descontentamento fez sair filiados, por outro há gente forte dentro do PP urussanguense que quer mesmo é tirar o prefeito afastado Gustavo Cancellier das fileiras ppistas da Benedetta.

Um deles e que, segundo a imprensa regional, já manifestou esse desejo é o tradicional PPista Geraldo Fornasa , ex- vereador, ex-candidato a Prefeito e ex- presidente da sigla na Benedetta.


Saindo III

Informações de bastidores dão conta de que Gustavo estaria marcando reunião com o Diretório do PP urussanguense. Certamente, para colocar em pratos limpos conversas de sua expulsão e também o risco iminente de uma cassação de seu mandato na Câmara de Vereadores. Se é verdade, não posso afirmar. Mas, ouvindo opiniões por onde ando, e eu ando muito e por muitos lugares, posso dizer que não será o Diretório do PP que conseguirá mudar a opinião pública. Pelo que constato, no momento, grande parcela da população parece estar bem desiludida e não querendo que o Prefeito eleito com mais de 3 mil votos de diferença volte ao seu cargo.

Além disso, se o Diretório não ouvir a voz que vem de dentro do seu “EU”, onde estão as pessoas que sempre investiram no seu crescimento e força no município, corre o risco de ficar com uma bandeira sem mastro.


Buscando recursos para a Benedetta


Mostrando seu desejo de colaborar para com o desenvolvimento de sua cidade, o jovem presidente da JMDB - Leonardo Felippe esteve em Florianópolis esta semana em busca de recursos.

Junto aos amigos e correligionários Vardinho, Ademar e Zebrinha, Leonardo esteve na Alesc e, contando com a sensibilidade da deputada Ada De Lucca, conseguiu recursos para a agricultura de Urussanga. Por meio de emenda da deputada Ada, mais R$ 100 mil virão para Urussanga e para a aquisição de uma plantadeira.


Discrição

É a palavra que define o comportamento do prefeito Jair Nandi quando o assunto envolve posicionamento relativo ao momento político administrativo pelo qual Urussanga vem passando.

Evitando ao máximo polemizar, Nandi toca a administração de forma muito discreta e com o zelo mais que necessário. Nandi afirmou a este colunista que tem procurado fazer o melhor, não tem tido contato com o Prefeito afastado e que enquanto estiver frente à administração tratará todas as questões de forma a não deixar problemas.


Na reserva

Outra informação repassada pelo prefeito interino Jair Nandi foi que os recursos para o 13ºsalário dos servidores municipais já estão provisionados, bem como o que será utilizado para a rescisão dos Professores ACTs.


Bora votar

Com o slogan “Bora Votar. Eu vou porque eu posso”, a Justiça Eleitoral lançou na tarde da segunda-feira (13) a campanha #BoraVotar, destinada aos jovens com idades entre 15 e 17 anos, ou seja, para os quais o alistamento eleitoral e o voto são considerados facultativos. Na mesma linha da ação nacional, o Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC) lançou a campanha “Meu primeiro título #BoraVotar”, visando estimular os jovens catarinenses a se inscreverem como eleitores.


Xeque- mate

Ex-Vice-Prefeito Luiz Henrique Martins(Cuíca) e ex-Vereador Júlio Bonetti foram os urussanguenses que deram o xeque-mate no caso do prefeito afastado Gustavo Cancellier.

Além de terem sido autores de uma das denúncias de crime de responsabilidade por suposto uso indevido de recursos do Finisa em obras da PMU, que culminaram no indiciamento do prefeito Gustavo e mais 13 pessoas, os dois resolveram acabar com a indecisão, para não falar inércia, existente no legislativo quanto às denúncias até agora divulgadas contra o Chefe do Executivo afastado pela PF. Ambos assinaram o pedido de cassação de mandato de Cancellier protocolado no legislativo. A partir de agora, a questão já não é mais decidir sobre abertura ou não de Comissão. E, sim, sobre que tipo de Comissão será aberta para julgar o prefeito afastado. Foram informados oficialmente e, por Lei, precisam agir.


Caindo fora

Outro que já saiu do PP por não concordar com os direcionamentos que estão sendo dados pelo Diretório e algumas lideranças no caso do prefeito Gustavo, foi Clesinho Fréccia.

Muito exposto e até criticado pelo fato de a Polícia Federal ter ido em sua casa e recolhido R$ 80 mil, Clesinho provou que o dinheiro era seu e que não participou de nenhuma falcatrua.