RANGEL QUAGLIOTTO

Informação desinformada

Informação repassada por um jornal da região colocou a cidade de Urussanga em um patamar negativo quanto à economia da cidade. Em busca de explicação para tais números negativos foi descoberto um erro, não gravíssimo, porém de um descuidado que gerou todo esse impasse.


Nota errada

A Cooperativa Auri Verde, do Oeste catarinense, em 2018, inflou uma nota fiscal que deveria ser preenchida com o valor de R$ 17.533,93, saiu pelo valor de R$ 27.001.518,63. Isso foi contabilizado como receita do Estado e gerou para o município retorno do ICMS.


Em resumo l

Considerando o valor não inflado, hoje Urussanga apresenta um crescimento de sua economia de ordem de 0,99%. Mas ainda é preciso aguardar o encerramento do prazo de apresentação das informações, para então termos os valores finais.


Em resumo ll

Com a receita em 2018 de mais de R$ 735 milhões, nos colocando como a terceira força da Amrec na questão arrecadação, Urussanga obteve um crescimento na ordem de 1,22% com relação ao ano de 2017.


O fato é...

Mesmo positivo os números nos mantêm na mesma categoria. Temos a noção que os próximos números serão negativos, não somente para Urussanga, mas praticamente toda a região devido à situação que estamos vivenciando. Está aí um desafio para os próximos governantes em fazer um bom planejamento e claro, uma excelente condução e aplicação dos mesmos para que suas economias voltem a aquecer não somente a cidade, mas a arrecadação e a aplicação consciente da mesma.


Mais que na hora

Acredito que aplicação da lei de que obras de médio e grande porte, sejam elas públicas ou privadas, devam ter o sistema de captação de água ou cisternas. Conscientização tem que partir da população, mas com um poder público praticando o exemplo.


Parceria necessária

Muitos gostariam de ver a atuação do Pelotão Tático, que atua em Içara e região, agir em nossa cidade em um trabalho em conjunto com nossa Policia Militar. Acredito que ajudaria e muito no combate aos que ainda persistem em não entender que a lei deve ser cumprida, por bem ou por mal.


Santana feliz

Com as máquinas a todo vapor, a Serrinha, trajeto conhecido principalmente pelos moradores de Santana e Santaninha, já começa a ver o sonho do asfalto mais perto do que nunca.


Rio Carvão triste

Ainda vai ter muito pano pra manga o assunto asfalto e Rio Carvão. Associação Comunitária do Rio Carvão pretende ingressar na justiça em que reivindica o cumprimento da promessa em dar continuidade da pavimentação. Com dois projetos em mãos, um Estadualizado com a gestão do prefeito na época, Zelo e outro em formato municipal, que reduziria custos, nenhum dos dois foi colocado em prática.


O fato é...

Dois projetos, um de nível Estadual e outro municipal estão na geladeira. Dinheiro público utilizado para elaboração do mesmo e o resultado está no quesito “pode fazer ou não pode fazer”. E se este é o empecilho, a resposta clara da Secretaria do Estado de Infraestrutura e Mobilidade a esta coluna, à comunidade e colocado perante a sociedade é que sim! Pode e sem problemas futuros para a gestão. Então está mais que na hora de colocar um ponto final nesta briga do “cão correndo atrás do rabo” e colocar nas prioridades a pavimentação daquela comunidade.


Preciso mais preciso menos

O que não pode acontecer é fazer a competição de qual comunidade precisa mais do que a outra. Acredito que todas precisem para gerar qualidade de vida, que em minha opinião é o ponto principal. A pavimentação da Serrinha é uma realidade e agora é transformar a finalização da pavimentação do Rio Carvão também em algo palpável em um futuro não tão distante.


Fechados!

Partidos começam a alinhar sintonia com a atual gestão. E com isso começa a clarear o desenho para a corrida eleitoral deste ano. O PDT e o PSDB estão mais alinhados do que nunca com a situação.


Papo Base

Nesta sexta-feira o Papo Base conversou com os pré-candidatos do PSD ao executivo de Urussanga. Jair Nandi e Rodrigo Fontanella falaram da grande possibilidade de uma chapa pura e muitos assuntos que vão dar uma mexida no cenário político atual para as eleições.


Chapa pura

Com a certeza de Stela Talamini à frente das eleições, o MDB já cogita fortemente sua ida por conta e responsabilidade própria. Nomes fortes do partido já começam a ser estudados para compor o vice da pré-candidata. Eleições 2020 prometem e muito.


Experiência

Ingrid Zanelatto que já foi cotada muitas e muitas vezes para assumir a cadeira da Secretária de Saúde de Urussanga, desta vez oficializou e comanda a pasta, pelo menos até o final do ano. Experiência profissional não lhe falta para gerir tal situação.