top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

RANGEL QUAGLIOTO

Assim eu penso...


O trabalho incessante na busca para manter viva uma instituição de saúde, sempre é e será louvável e indiscutível.

Saúde sempre será uma prioridade unânime e sem moderações. Toda viagem que retorne com valores, deputados que retornam nossos impostos em forma de emendas, todas as ações populares e privadas nos mostram que uma comunidade unida consegue fomentar e manter aberta as portas da esperança e da continuidade de um trabalho.

E não posso deixar de enaltecer e reconhecer o trabalho do legislativo e também do executivo de nossa cidade, que tem um histórico vital de empenho para que nosso Hospital Nossa Senhora da Conceição se mantenha em seu funcionamento dentro da possível realidade e normalidade.

Agora, está mais que na hora da caridade se tornar uma responsabilidade em, ao menos, apresentar a comunidade uma prestação de satisfação de contas, de onde o dinheiro público e também popular vem sendo aplicado.

A cada mês, a cada ida a Brasília, a cada visita de parlamentares Estaduais e Federais emendas, recursos são encaminhados ao mesmo, porém sempre fica uma lacuna da projeção e implantação deste recurso.

Longe aqui de estar levantando qualquer polêmica sobre algo pejorativo, mas até mesmo para a continuidade do “bom samaritanismo” a comunidade merece uma explicação e prestação de contas.

O que é feito com cada recurso recebido, cada material destinado, cada ação realizada e até mesmo a situação financeira desta entidade. Acreditando que a credibilidade de quem compõe a dianteira de forma filantrópica ou remunerada merece também que suas ações sejam avaliadas, avalizadas e não merecem ser levantados questionamentos.

E essa cobrança de explicações, transparência ou qualquer outro adjetivo que preferirem, vou colocar na conta de cada vereador que está ou esteve sentado no legislativo.

Essa amostra de ações e reações deve ser cobrada pelo executivo no sentido de conhecimento comunitário.

Pois, se aquela entidade está com as portas abertas e setores reformados e revitalizados, todas as moções de aplausos eternos deve-se única e exclusivamente à população.

Então, cabe a cada edil que trouxe e trará recursos para essa instituição, saber até aonde seu esforço foi aplicado.

Nossa cidade dispõe de meios de comunicação altamente inclusivos a nossa sociedade e, como a palavra da moda, é transparência, principalmente quando se trata de política pública e voltada a saúde que é e sempre será nossa “menina dos olhos” nas ações, nada mais justo que se faça a cobrança destas.

Lembrando que o dinheiro aplicado não é do deputado A, B ou C e sim dos Joãos, Marias, Josés e toda a comunidade que, por mais que se revolte, entristeça ou fique chateada e decepcionada com algumas ações, não vire as costas para nosso tão importante HNSC. Não estou pedindo explicação apenas para esse colunista e, sim, uma explicação para toda a região, para todos que apóiam e para todo o dinheiro público investido no mesmo.



Nova casa?

Presidente do Samae - Vanderlei Marcilio, esteve na Assembléia Legislativa de Santa Catarina em visita ao gabinete do deputado Ivan Naatz do PL.

Além da pauta recursos para a autarquia sob sua responsabilidade, o assunto filiação foi muito debatido e satisfatório.


Nova força

A verdade é que esse novo partido vem sendo construído nos bastidores a várias mãos. Nomes fortes oriundos de algumas siglas estão migrando com uma força imensa. A sigla PL não é confirmada, mas tudo indica que será a nova casa a ser erguida em Urussanga.


Tenho dito l

“Papagaio come o milho e periquito que leva a fama”. Elson Roberto Ramos do MDB criticando duramente seu colega de sigla Luan Varnier, acusando-o de não ter conseguido o recurso anunciado pelo mesmo para a saúde.


Tenho dito II

“Já virou questão pessoal, é um pena né! Infelizmente o legislativo está deixando de ser uma casa de discussões, discussões de projetos e é muito elogio e pouca proposição. Muito elogio e muito ego, o que faz mal porque ali é um espaço apenas para discussão de política pública para a população”. Vereador Luan Varnier falando sobre a discussão com seu colega de partido, Elson Roberto Ramos.


Não saio!

Meri Mafra, que foi candidata pelo MDB ultrapassando a casa dos 300 votos, descartou qualquer possibilidade de sair do partido. Porém, afirmou que sua permanência se dá porque fatos e casos precisam ser esclarecidos e ter mais transparência.


“Taliano” Federal

Vereador Rosemar Sebastião, o Taliano, recebeu um convite muito concreto e articulado para assumir o posto de candidato a Deputado Federal. O partido que deseja muito sua ida é o Podemos e tudo indica que o fato pode estar muito perto de ser consumado.


Novo comando

A nova diretoria de Indústria e Comercio fica sob o comando de Erich Donato Velho. Que alias deu uma entrevista bem interessante nesta edição do Jornal Panorama SC.


Supremo Tribunal Federal nos remete a mais pura descrença na justiça que esse País já viu ou ouviu. Essa ação de prisão do deputado é apenas uma gota no oceano indecente que a cada dia acompanhamos nesta justiça que é cega apenas para a luz do fim do túnel. Como acreditar em uma justiça em que as leis não são cumpridas ou esquecidas? Ações que vão de encontro à soberania de nossa liberdade e camuflada de uma pornografia que é “tapada” com o livro sagrado de nossa constituição, nossa “bíblia” humana nacional. Tenho certeza que a justiça nacional não pode e não é representada por esses “senhoritos” da moralidade podre, imoral, inconstitucional que estamos vivenciando. Aos profissionais da justiça minhas sinceras condolências para com o que estamos vivenciando ao vivo e a cores, mas acredito que a justiça verdadeira precisa levantar-se contra estes abutres escondidos atrás de uma toga.

bottom of page