Rangel Quaglioto

Show de horrores Em uma verdadeira “rinha” presidente de associação de moradores do Rio Carvão, Prefeito Municipal e a gravação do representante do Estado de Santa Catarina se degladiaram ao vivo nos microfones da Rádio Marconi sobre a pavimentação daquela região. E no final, entre mentiras e verdades, nada esclarecido. Malhação de Judas E em meio ao caos político, uma “trupicada” da atual gestão é suficiente para a que a oposição levante argumentos visando as eleições. Equipes de “memes” já começaram a produção em massa de vídeos e montagens para espalhar pelos grupos de Whatsapp urussanguenses. Nas redes I O ex-vice-prefeito Luiz Henrique Martins usou suas redes sociais para explicar a seus seguidores sobre o assunto e, no final, em destaque, adjetivou o prefeito Gustavo Cancellier de mentiroso. Fala aí Faltou uma voz em todo aquele confronto midiático, a voz do bairro de Santana! Nas redes II Pela forte atuação nas redes sociais, o ex-prefeito Johnny Felippe começa a ser especulado como nome forte novamente do MDB para as eleições. Nos bastidores dos “senadinhos”, seu nome vem aparecendo melhor colocado nas pesquisas internas do partido. Documentado Informação que chega é de que documentos comprovando a fala do Executivo com relação à pavimentação da comunidade de Rio Carvão e Santana já estão prontos para derrubar todos os argumentos usados, colocando em questionamento o prefeito Gustavo Cancellier. E a resposta não virá do gabinete municipal e sim Estadual. Comemoração segura No mês que completa 89 anos de história, o Urussanga Futebol Clube está fazendo uma ação social muito interessante. São cerca de 200 máscaras reutilizáveis personalizadas que serão distribuídas. Uma ação comemorativa de aniversário em meio ao caos da pandemia. Parabéns! Aliás... Muitas ações vêm partindo da sociedade. Desde sextas básicas, kit de higienização, disposição para ajudar quem está em quarentena e não pode sair de suas casas e tantas outras formas mostram que o ser humano, mesmo distante fisicamente, está mais “próximo do próximo” do que nunca. Preguiça De verdade? Já está dando uma preguiça ouvir e falar de política nacional. Que, aliás, a epidemia de ignorância parece que não tem prazo de término e assassina todos os dias o bom senso trazendo a hipocrisia como um dos sintomas da doença. Desejo Gostaria tanto que o mesmo empenho dos urussanguenses em servir de órgão fiscalizador da esfera Federal se transferisse para o município. Acredito que daria mais resultados, melhoraria nosso meio de convivência e, claro, tornaria nossa cidade um pouco mais sensata. Inexplicável Governo do Estado de Santa Catarina continua sua rotina de distanciamento e falta de diálogo com os setores e agora entra no hall da falta de explicação de suas ações com o dinheiro público. No caso, falamos não somente da compra, mas da escolha de tal empresa que, quase, levou mais de R$ 33 milhões na compra de respiradores. E para piorar as coisas, o bloqueio do pagamento precisou vir da justiça. Com certeza, o Moises, personagem bíblico deve estar se revirando em seu sono eterno, seja lá onde esteja. Cisco nos olhos Não estão sendo digeridos muito bem alguns aumentos em meio ao caos que estamos vivendo na atualidade. Os burburinhos que levam o assunto ao absurdo continuam na calada dos segredos noturnos para que não tenhamos um “cataclisma” caso alguém expresse a opinião não favorável a tal ação. Inferno astral Enquanto isso, na casa ao lado, os vereadores parece viverem um inferno astral neste momento. Cada ação dos edis parece levantar a fúria popular. Palavra unânime usada parece que não está casando muito bem com as decisões reais. O mundo digital não está perdoando a turma do legislativo. Analisando Algumas ações que vão do âmbito festivo, esportivo e social já estão planejados para o cancelamento neste ano de 2019. Eventos privados e públicos só estão aguardando o momento certo para anunciar o cancelamento. Entre eles a Festa do Vinho que ainda está sendo analisada e o caminho natural acredita-se, que seja esse.