RANGEL QUAGLIOTO

Dono do “campinho”


Com o “ameaço” do Ministério Público de fazer a lei ser cumprida na marra, no melhor estilo goela abaixo em Criciúma, fica cada vez mais claro que: Prefeito está igual o filho que tem que pedir benção para pai e mãe. Que a voz do povo não está mais sob os domínios de Deus e que o judiciário tem um peso e uma medida e também é dono da balança e da trena.


Por aqui


Prefeito Gustavo Cancellier em reunião com boa parte do empresariado da cidade de Urussanga e em um consenso resolveu tocar o “barco” mantendo a garantia da economia, mas não perdendo a vigilância com os cuidados que precisam ser aplicados e cumpridos.


Incoerência


O novo decreto estabelecendo horários de funcionamento e dias que devem ser fechados é um absurdo. Não há coerência, embasamento e lógica. Porém, talvez o mundo esteja errado no entendimento e apenas uma meia dúzia tem a solução ou prevenção salvadora.


Parâmetro positivo


Um dos motivos que coloca a cidade de Urussanga em um posto de continuidade com as atividades comerciais em várias esferas, sem perder os cuidados é que o controle e tratamento com relação ao Covid-19 vêm se destacando em toda região, inclusive servindo de parâmetro para os demais municípios que estão buscando na “Benedetta” o modelo aplicado.


Números expressivos


A cidade vem mantendo a média de análise desde o início da pandemia. Cerca de 10% da população já foi ou está em testes com relação ao vírus. São aproximadamente 90 testes por cada um mil habitantes. Sem contar que o uso do Kit enviado pela Prevent Senior (Hidroxicloroquina e Azitromicina) continua sendo fundamental no combate e prevenção da doença.


Desespero


Os demais municípios que tinham números baixos, comparados com a nossa cidade, estão em estado de alerta pelo número elevado de contaminados nas últimas semanas. Mostrando que a grande parcela de contaminados em Urussanga puderam ser isolados e tratados a tempo.

Infelizmente


Mas tudo isso não tira o peso do número de óbitos em nossa cidade. Independente de comorbidades e demais doenças em que o Covid-19 foi determinante para as fatalidades, não podemos esquecer o mal que essa doenças nos trouxe e principalmente para as famílias que perderam seus entes sem ao menos fazer uma homenagem de despedida digna de suas trajetórias de vida.


Juventude lojista

Lançado mais um projeto que tem o jovem como possível liderança. CDL Jovem foi apresentado esta semana com a intenção de trazer projetos diferenciados que possam melhorar e alavancar as vendas e com possíveis novidades. O filho do ex-prefeito e empresário, Johnny Felippe- Leonardo Felippe é o presidente da extensão jovem.


Deu na live!

Em um bate papo na live da Juventude Progressista, deputado estadual, João Amim anunciou mais dois compromissos com a cidade de Urussanga. Um deles firmado com o ex-prefeito Ruberval Francisco Piloto e a JPP, que será um recurso para a Apae. Dinheiro este que chegará ao último semestre deste ano.


Live solidária

Diretamente do Restaurante Pirago, uma live muito atrativa reuniu o melhor da música italiana com o projeto Duo D’Itália comandado por Jair D’Ávila e Paulovik Debiasi. Mais de R$ 40 mil foram arrecadados para a Apae de Urussanga. Para os colaboradores, doadores, participações e todos aqueles que orquestraram direta e indiretamente o projeto, os parabéns.


Muito próximo

Muito ativa nas definições do partido “rosso/nero”, a pré-candidata Stela Talamini afirma que não haverá decisões aos 45’ do segundo tempo. Muito empolgada com a possibilidade de dividir a jornada eleitoral com Vani Mazzucco Cacciatore, o projeto de chapa pura do MDB está mais perto do que nunca.


Sem descarte

Mas a pré-candidata não deixa de pensar em uma possibilidade de uma coligação. Segundo Stela, a junção com outra sigla tem um único caminho. “Se houver coligação, será com quem não faz parte da administração e deverá ser decidido esta semana”.


Documento assinado

O PSDB continua na busca do cumprimento de um documento assinado (por PP, PSDB e PDT) em que existe um comprometimento das atuais coligações em serem e definirem através de pesquisas o vice do Progressista e pré-candidato, Gustavo Cancellier.


Anúncio decisivo


Na próxima semana, o anúncio mais aguardado desta eleição será feito pelo PSD. Com uma estrutura que os coloca em uma situação um pouco confortável para definir o seu futuro nas decisões para a corrida eleitoral 2020 (devido a possibilidade de poder ir com chapa pura Nandi/Rodrigo Fontanella), o partido anuncia se parte em vôo solo ou vai de mãos dadas com algum dos partidos que disputam historicamente o comando da cidade.


Analisando


Em minha singela análise e baseado nos detalhes das entrelinhas da articulação local, o dinamismo da política faz com que acordos possam ser reiterados e beneficiados.

Então, pelas conversações internas dos partidos, que muitas destas reuniões são apenas protocolos para externar que a democracia de ouvir todos seja colocada como “missão concluída”, enxergo que o caminho está praticamente definido.

Tudo se encaminha para uma junção de forças em que Gustavo Cancellier (PP) e Jair Nandi (PSD) façam a dobradinha da campanha 2020 nesta super coligação. Tudo isso com o entendimento, bênçãos e o aval do PSDB e PDT.

Mas isto é apenas uma análise da visão deste jovem colunista.


Suspenso e notificada


Informações extra-oficiais dão conta que o Instituto de Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA) notificou a construtora que estava planejando construir um mega loteamento em uma área de preservação ambiental. Todas as licenças foram suspensas e a Fundação Ambiental Municipal de Urussanga (FAMU) confirmou a importância ambiental e principalmente a preservação das inúmeras nascentes daquele local.


Desenvolver por desenvolver

Fica cada vez mais claro que podemos ter um desenvolvimento sim, mas acompanhado da sustentabilidade e planejamento a médio e longo prazo. Esperamos que essas medidas sejam adotadas não apenas com relação a esta ação imobiliária e, sim, para todas. E que a racionalidade seja utilizada para adequação, tanto para o desenvolvimento do meio ambiente quando o desenvolvimento urbano. Podemos caminhar coerentemente, principalmente na área central, que sofre com a proibição de obras, devido serem cortada por dois rios. Basta fiscalizar e fazer valer as leis e, principalmente, a revisão e atualização da mesma.