RAFAEL NIERO


As pessoas têm vivido um momento ímpar nos últimos meses por conta da pandemia do coronavírus no mundo. Diante da situação do Estado de Santana Catarina, onde o Governador Carlos Moisés decretou situação de emergência e anunciou medidas restritivas para evitar o contágio do vírus, buscamos trazer na edição desta semana algumas dicas importantes relacionadas aos cuidados com a saúde física e mental. Para isso conversamos com a preparadora física Aline Zanin, que atua na Sociedade Recreativa Urussanga e no Marcelo Zanella Personal Trainer e a psicóloga Daiani Sangaletti, do Consultório L’equilibrio. Em tempos como este de isolamento social devemos manter algumas atividades em nossa rotina para saúde física e mental. Conforme Aline, uma dessas atividades são os exercícios físicos, que apesar de não podermos ir até as academias, podemos realizá-los em qualquer lugar, desde que seja seguro e adequado. “Vale ressaltar que a orientação do profissional de Educação Física é importantíssima, mas nem todos tem acesso nesse momento, então é indicado em média 30 minutos de exercícios diários que podem ser realizados com o próprio peso corporal apenas, para que evite lesões ou sobrecarga, como por exemplo pular corda, polichinelos, agachamentos”, disse a preparadora física. A tecnologia pode ser utilizada, por meio das redes sociais e de plataformas virtuais, vários profissionais de Educação Física estão diariamente postando exercícios para ajudar nos treinos de casa, também é uma alternativa para se manter ativo. Conforme Aline Zanin, além de combater o estresse nesse período ocioso, o exercício físico contribui para a oxigenação celular. “Consequentemente aumentando nossa imunidade, não só para nos proteger do novo vírus, mas também de diversos outros que já circulam em nosso meio. Apesar da grande contribuição que o exercício físico regular traz para o aumento da imunidade, aliado a alimentação balanceada, não substitui os cuidados básicos de higiene para evitar o contágio com o COVID-19. Caso sinta algum sintoma como a falta de ar, dor de garganta e febre, suspenda os exercícios imediatamente”, disse. Além dos cuidados com o corpo, é preciso ter atenção com a saúde mental. Para a psicóloga Daiani Sangaletti, a pandemia pode trazer sintomas de tristeza, ansiedade e medo, podendo se manifestar de forma intensa, sendo prejudicial a rotina das pessoas. Para o cuidado da saúde mental, em épocas de isolamento social, Daiani apresenta algumas orientações. “Evite o excesso de informações. Não fique procurando notícias o todo tempo na internet, busque acessar notícias em meios de comunicações e sites oficiais. Cuide de seu corpo fazendo exercícios físicos em casa. Estabeleça uma rotina familiar com acordos coletivos construídos por todos. Se estiver trabalhando na modalidade “home office” estabeleça horários para o cumprimento das atividades. É importante também priorizar horários para o descanso e brincadeiras. Neste momento aproveite para colocar as coisas em ordem, trace metas de organização, evitando assim pensamentos pessimistas. É sempre bom lembrar que precisamos pedir ajuda quando necessário, mantendo contato com familiares e amigos através das redes sociais, mensagens e ligações” disse a psicóloga. Aproveite o tempo livre para cuidar de você e fortalecer as relações familiares, respeitando o decreto e permanecendo em casa, saindo somente quando necessário.


FUTEBOL PARALIZADO NO BRASIL O futebol brasileiro profissional foi completamente paralisado na última sexta-feira (20), quando o único estadual que ainda estava em ação foi interrompido por tempo indeterminado, em Roraima. Desta forma o futebol brasileiro parou por completo, com a interrupção de todos os estaduais e das competições nacionais, estas após decisão da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Já a Federação Amazonense de Futebol (FAF) foi além e anunciou que a edição deste ano do Campeonato Estadual está encerrada de forma antecipada. A decisão foi anunciada na última sexta-feira (20). Uma nova reunião será realizada, sem data para acontecer, para definir se haverá campeão, times rebaixados e classificados para a Série D e Copa do Brasil. OLIMPÍADAS ADIADAS PARA 2021 Nesta terça-feira (24), o Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou o adiamento dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio para 2021. A competição seria realizada entre 24 de julho e 9 de agosto. A medida foi tomada após pressão de atletas e comitês nacionais pelo mundo todo criticarem a manutenção do calendário em meio a pandemia do novo coronavírus. A chama olímpica vai permanecer no país. A tocha chegou ao Japão na última sexta-feira (20), após cerimônia de acendimento, no Estádio Panatenaico, em Atenas, na Grécia. Está não foi a primeira vez que os jogos sofrem alterações. Os Jogos Olímpicos foram cancelados em três oportunidades, em Berlim (1916), em Tóquio, no Japão (1940), por causa da 2ª Guerra Mundial e por fim em Londres (1944). ABRAÇO DA GALERA O abraço dessa semana vai para meu amigo Rhangel Sangaletti, proprietário da Barbearia Belvedere, que comemorou mais um ano de vida nesta terça-feira (24). Parabéns!