top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

Quase 9% do lixo gerado em Urussanga é destinado à Coleta Seletiva


Mesmo com número positivo nos comparativos regionais, Cirsures

visa incentivar a separação de reciclados através do trabalho das ACS



Importante elo com os munícipes, as Agentes Comunitárias de Saúde (ACS) tem um trabalho destaque na comunicação e orientação da população. Em Urussanga, 46 profissionais atuam no serviço que atende 100% das residências. Pensando nisso, o Consórcio Intermunicipal de Resíduos Sólidos Urbanos da Região Sul (Cirsures), em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, buscou orientar as agentes sobre a importância da destinação correta dos resíduos sólidos, com o intuito, de que elas sejam multiplicadoras da informação na comunidade.

Atualmente, 8,85% do lixo em Urussanga é separado e destinado à Coleta Seletiva. "Esse número é positivo quando comparamos com os demais municípios da região. Entre eles, Urussanga é hoje, um dos municípios que mais encaminha material reciclado para a coleta seletiva. Quando comparamos a nível nacional, que é de 4% do lixo gerado, percebemos que esse número é superior, o que confirma o sucesso do programa da coleta seletiva no município. Mas estamos aqui para reforçar esse trabalho e aumentar ainda mais", explica a Engenheira Sanitarista Ambiental e responsável pela coleta seletiva do Cirsures, Graziela Apolinário Bolan.

"Quando o Cirsures nos procurou, explanando esse projeto, de imediato aceitamos. Afinal, as agentes de saúde são o elo mais fiel com relação à população de Urussanga. Elas vão fazer essas visitas domiciliares, e podem levar esses panfletos e incentivar a reciclagem, enfatizando a importância da coleta seletiva e separação dos materiais", destaca a Coordenadora da Atenção Básica em Saúde, Beatriz Rosseti.


Informação às ACS

Um encontro com as 46 Agentes Comunitárias de Saúde (ACS) foi realizado na semana passada, na Câmara de Vereadores. Na oportunidade elas puderam conhecer todo o processo da separação do lixo, coleta seletiva e destinação dos resíduos.

"Resolvemos fazer essa apresentação para que elas tivessem ciência de como funciona um aterro sanitário, a coleta seletiva, onde e como descartar o resíduo, qual o destino ambientalmente correto, e a importância disso para as pessoas, para a nossa saúde, para nossa qualidade de vida e para o meio ambiente", explica Graziela.

Segundo a Coordenadora da Atenção Básica em Saúde, Beatriz Rosseti, agora as profissionais poderão levar as informações adiante. "O Cirsures forneceu um material informativo para as ACS, esse material traz todas as informações necessárias para a separação do lixo e os dias de coleta. Esperamos que a informação seja levada por elas e colocada em prática pela população. A destinação correta dos resíduos também é uma forma de garantir a saúde das pessoas", lembra.


A destinação do material reciclável

Primeiramente, vale lembrar que os materiais recicláveis que serão destinados à Coleta Seletiva, devem ser separados do lixo orgânico e outros materiais não recicláveis. Podem ser destinados à Coleta Seletiva: plásticos (pet, sacolas, utensílios domésticos, descartáveis, etc); metais (latas, aerossol, pregos, etc); vidros (garrafas, copos, potes, etc); isopor. A lista completa de materiais recicláveis ou não, pode ser encontrada no site do Cirsures em: www.cirsures.sc.gov.br/coleta-seletiva.

Para que o material reciclável tenha maior valor é necessário que esteja previamente limpo. Lave as embalagens ou ao menos retire o excesso de comida ou produto; não misture papel sujo ou molhado com papel limpo e seco; e remova líquidos de garrafas. "Isso evita mau cheiro, e a proliferação de baratas e outros bichos, bem como facilita o trabalho de quem irá separar e classificar esses materiais depois", explica a responsável pela coleta seletiva.

Nos dias de coleta, o caminhão recolhe as sacolas e todo o material é levado para a Cooperativa de Reciclagem do Rio América, localizada na Sede do Cirsures, no Rio Carvão, em Urussanga. "Esse material é doado para essas famílias, que separam conforme o tipo e vendem para as indústrias de reciclagem. Então a gente incentiva a reciclagem, a preservação do meio ambiente e ainda gera emprego e renda para as pessoas que trabalham na Cooperativa", completa Grazi.


Os dias de Coleta Seletiva

Em Urussanga, os dias e locais de coleta são:

  • Segunda-feira (manhã): Figueira, Carol, Morro da Glória, Centro;

  • Segunda-feira (tarde): Baixada Fluminense, Bel Recanto, Centro, Vila Romana, Pirago, Bela Vista;

  • Quinta-feira (manhã): De Villa, Bom Jesus, Dois Rios, Brasília, Centro;

  • Quinta-feira (tarde): Estação, Centro;

  • Sexta-feira (tarde): Bairro Das Damas, Nova Itália, Centro, De Brida, Rio América.

Como algumas localidades ainda não contam com o serviço da Coleta Seletiva, quatro pontos de coleta voluntária estão disponíveis no município: duas lixeiras na Praça Anita Garibaldi; uma próximo ao Cemitério Municipal e um ponto no Ginásio Centenário.

Quanto aos lixos eletrônicos, Grazi lembra do ponto de coleta disponível na Prefeitura de Urussanga ou da possibilidade de entrega direta na sede do Cirsures, no Rio Carvão.

Yorumlar


bottom of page