Projetos beneficiam agricultores urussanguenses


Com uma economia diversificada que vai das indústrias de artigos plásticos, cerâmicos, móveis, esquadrias de alumínio, metalurgia à suinocultura, avicultura, vaca leiteira e a forte vitivinicultura, Urussanga também se destaca pelas culturas do milho, feijão, arroz, fumo, uva e outras frutas. Para auxiliar neste processo o Governo Municipal tem efetivado projetos que contribuem diretamente com a atividade do homem do campo.

A manutenção de estradas do interior e o projeto “Asfalto no Interior”, que levou pavimentação para 10 vias com o objetivo de auxiliar no escoamento da produção, estão entre os benefícios proporcionados pelo Governo de Urussanga aos agricultores. O ‘Porteira Aberta’ também é um deles. Instituído em 2005, o Programa vem sendo aperfeiçoado a exemplo da Lei Nº 2.931/2020 que altera os artigos 9º e 10º da Lei Nº 2.064/2005 permitindo, a partir de agora, que a Administração Municipal tenha maior flexibilidade para apoiar os produtores rurais.

Entre os benefícios estão os de prestar diversos serviços remunerados como: com equipamentos públicos ou de terceiros contratados, para agricultores pessoa física ou jurídica estabelecidos em Urussanga; conservação e revestimento de estradas de acesso às sedes das propriedades rurais; de construção e manutenção das estradas de acesso às unidades produtoras de aves e outras unidades de produção agropecuária; de drenagens até a sede da propriedade, excluídos os materiais; de transporte de cascalho, pedras, britas, pó de brita areão e similares; de abastecimento de água com caminhão pipa às propriedades destinadas a agricultura e a produção agropecuária; entre outros.

Para o prefeito de Urussanga, Gustavo Cancellier, esta é mais uma maneira de incentivar e contribuir com os produtores agrícolas da cidade. “Temos uma grande variedade de produtos agrícolas sendo cultivados, criados e em pleno desenvolvimento. Nosso papel é dar condições, por meio de projetos e ações, que possam elevar ainda mais este setor em nossa cidade, na região, no estado e no país, a exemplo de nossos vinhos”, declarou acrescentando: “Estamos trabalhando para honrar o nosso compromisso com a agricultura de Urussanga”, conclui.

Ainda como forma de contribuir com o setor agrícola, o Governo Municipal, instituiu o Vale Feira, que objetiva impulsionar a comercialização dos produtos da agricultura familiar. Neste contexto, também entregou, na última semana, a obra de revitalização do espaço da Feira Livre Municipal (o local que por anos não havia passado por manutenção, com a revitalização teve o telhado trocado, construção de banheiro, pintura, entre outras ações que foram realizadas. A obra contou com o investimento de aproximadamente R$ 200 mil).

Estabeleceu a Política de Incentivo e Valorização à Viticultura para Produção de Vinhos e Produtos Derivados da Uva, com o objetivo de fomentar o plantio da uva e a produção de vinho, promovendo e difundindo o enoturismo visando a geração de emprego e de renda no município de Urussanga. Em apenas um ano e meio após ser efetivada, a lei de incentivo já contabiliza a distribuição de mais de 5.000 mudas de uva goethe.

Ampliou a frota mecanizada que, hoje, é a maior de todos os tempos sendo composta por carreta de prancha, rolo compactador, distribuidor de adubo, grade aradora, ensiladeira, trator agrícola, bem como a terceirização de retroescavadeira e tratores para atenderem a demanda dos agricultores do município. Além de celebrar convênio com a Cooperativa Familiar Agroindustrial Sul Catarinense (COOFASUL), por meio da Lei Nº 2.919/2019, com o propósito de fomentar e dar suporte à atividade do agronegócio.