top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

Por unanimidade, vereadores aprovam Moção em apoio à imprensa urussanguense

De autoria do vereador Luan Varnier, a Moção repudia a fala do prefeito Gustavo Cancellier que, em entrevista a radialista criciumense, disse que a imprensa de Urussanga fazia parte de uma organização criminosa


Mostrando indignação pelo desrespeito com a imprensa local e com o tom calunioso nas falas do prefeito Gustavo Cancellier à imprensa de Criciúma, no último dia 11 de agosto, durante a Festa do Vinho, o vereador Luan Varnier solicitou uma Moção de Apoio à imprensa urussanguense.

Essa Moção foi votada na noite da terça-feira desta semana 22/08 e aprovada por unanimidade, até mesmo pelos vereadores da bancada da situação.

Em entrevista à reportagem de Panorama SC, vereador Luan disse que, ao defender a imprensa está também defendendo a população, haja vista que os meios de comunicação são peças importantes da democracia.

“Não podemos permitir que vozes sejam caladas. Isso é um absurdo. Coronelismo não existe aqui, as pessoas, com toda a tecnologia hoje existente, não abrem mão de se informar e também de emitir suas opiniões. É muito triste estarmos vivendo um momento assim, com um Prefeito que, ao invés de resolver todos os problemas que existem no município, quer criar uma desculpa pela sua má gestão, envolvendo quem não tem nada a ver com o descalabro de sua administração envolvida em denúncias no judiciário”, afirmou Luan.


Para entender

Prefeito Gustavo, na referida entrevista, disse que a imprensa local fazia parte de uma organização criminosa que estava instalada na Câmara de Vereadores, com o objetivo de tirá-lo de seu cargo.

As afirmações do prefeito urussanguense levaram a Rádio Marconi e os jornais Panorama e Vanguarda a emitirem editoriais e notas de repúdio, numa ação inédita em toda a história da imprensa urussanguense, que existe desde o século 19.

Da editoria deste semanário, o agradecimento especial ao vereador Luan pela sua iniciativa de defender a imprensa local, e a todos os vereadores que aprovaram a referida Moção.

Comentarios


bottom of page