top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

Plano Educacional Individualizado é tema de palestra para professores

O objetivo é capacitar os profissionais para uma educação inclusiva de qualidade

A Educação Inclusiva é cada vez mais tema de debates e formações. Em Urussanga, o assunto foi pauta na última semana, com a palestra da especialista Vanessa Raupp Medeiros. Ela é psicopedagoga clínica e institucional, psicomotricista e credenciada internacionalmente como RBT Technician em análise do comportamento. Durante o encontro abordou amplos aspectos do Plano Educacional Individualizado (PEI) e as suas devidas avaliações.

O PEI é um documento elaborado pelo professor a partir de uma avaliação de um aluno com necessidade educacional específica, como os alunos que possuem algum transtorno ou deficiência e integram o ensino regular. "Esse documento vai nortear os objetivos que a gente quer trabalhar com a criança naquele ano. O município de Urussanga está se especializando para ser pioneiro na implementação desse documento, para padronizar. Todos os professores que tiverem alunos de inclusão, vão receber esse documento para estar preenchendo, avaliando, observando e elaborando o PEI para cada caso", explica Vanessa.

A partir dele, a equipe educacional terá uma avaliação inicial e saberá a partir do que a criança já sabe o que poderá fazer para obter maiores avanços. "Será implementado desde a Educação infantil, ensino fundamental 1 e 2. É importante porque muitas vezes o objetivo da turma será diferente daquele estudante, pois muitas vezes ele está em uma outra etapa do processo de alfabetização. Para ele, faremos uma avaliação individualizada e estaremos construindo cada objetivo específico dele, com o que esperamos que ele alcance dentro do processo de alfabetização", completa a especialista.

"Cada aluno é único e cada um tem seu tempo de aprender. E com o PEI e os métodos de avaliação individual, conseguiremos traçar metas específicas e dentro da realidade de cada um. Quando falamos de educação inclusiva, temos que pensar também na capacitação dos nossos profissionais perante a realidade atual e o que cada caso exige, para assim oferecer uma educação inclusiva de qualidade", destaca a Secretária Municipal de Educação, Janea Possamai.

Comments


bottom of page