top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

Pilotto assume presidência da associação catarinense de ex-deputados


Em eleição ocorrida na manhã desta quinta-feira 8/04, em Florianópolis, o urussanguense Ruberval Francisco Pilotto foi eleito e empossado Presidente da AEDESC - Associação de Ex-Deputados do Estado de Santa Catarina.

A Diretoria Executiva e Conselho Fiscal ficaram assim constituídos: Presidente de Honra-Eloy José Ranzi, Presidente - Ruberval Francisco Pilotto, 1º Vice-Presidente Wilson Rogério Wan-Dall, 2º Vice Presidente Saturnino Dadam. 1º Secretário- Vasco Fernande Furlan, 2º Secretário Francisco de Assis Filho, 1º Tesoureiro - marcondes Marquetti e 2º Lourenço Brancher.

Conselho Fiscal: Angelino Rosa, Salomão Ribas Junior, Murilo Canto, Francisco Kuster e Moacir Bertoli. Na suplência ficarm: João Manoel de Borba Neto, Aloísio Acácio Piazza, César Moritz, Álvaro Correia e Neuto Fausto De Conto.

Em entrevista à reportagem de Panorama SC, Pilotto disse que esta associação existe há 40 anos e que a eleição fora de época se dá em virtude do falecimento do ex- presidente Eloy Ranzi, vítima da Covid-19 no início desse ano.

“Depois de vários contatos, em especial do nosso Conselheiro do Tribunal de Contas do Estado Wilson Wan-Dall, acabei aceitando o cargo desta associação que tem por objetivo trabalhar pelos anseios do povo catarinense nas esferas estadual e federal, bem como ser um órgão oficial e representativo dos ex-parlamentares.

Quero deixar bem claro que não há nenhuma remuneração para exercer este cargo”, afirmou Pilotto ao acrescentar que assumirá este compromisso visando dar sua parcela de colaboração à entidade pelos próximos dois anos.


Saiba mais


Filho do ex-prefeito Dionísio Pilotto e Benigna Bez Fontana, Ruberval Francisco Pilotto nasceu em Urussanga no dia 16 de julho de 1947.

Diplomado em engenharia civil pela Pontifícia Universidade Católica de Porto Alegre em 1973, elegeu-se prefeito de sua cidade natal em novembro de 1976, na legenda da Aliança Renovadora Nacional (Arena).

Com a extinção do bipartidarismo, em 27 de novembro de 1979, e a reorganização partidária, filiou-se ao Partido Democrático Social (PDS).

Em novembro de 1982, elegeu-se deputado estadual e foi segundo-secretário da Assembléia Legislativa entre 1983 e 1984.

No biênio 1985-1986, Pilotto presidiu a Comissão de Leis da Assembléia Legislativa. Em novembro de 1986, elegeu-se deputado federal constituinte pelo PDS catarinense.

Na Assembléia Nacional Constituinte, foi titular da Subcomissão do Sistema Financeiro, da Comissão do Sistema Tributário, Orçamento e Finanças; e suplente da Subcomissão da Educação, Cultura e Esportes, das comissões da Família, da Educação, da Cultura e Esportes, de Ciência e Tecnologia e da Comunicação.

Com a promulgação da nova Constituição, em 5 de outubro de 1988, voltou a participar dos trabalhos legislativos ordinários, sendo quarto-secretário da mesa da Câmara dos Deputados (1989-1991).

Em outubro de 1990 reelegeu-se deputado federal. Durante o exercício do mandato foi segundo-vice-presidente da Comissão de Minas e Energia (1991-1992), suplente da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (1991-1992), e titular da Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização do Congresso Nacional (1992). Atuou como titular nas comissões de Minas e Energia (1992 e 1994) e de Relações Exteriores (1994).

Em abril de 1993, filiou-se ao Partido Progressista Reformador (PPR), resultado da fusão do PDS com o Partido Democrata Cristão (PDC).

Em abril de 1994, Ruberval Pilotto licenciou-se do mandato para assumir a Secretaria de Tecnologia, Energia e Meio Ambiente de Santa Catarina, a convite do governador Vílson Kleinubing, cargo em que permaneceu até o final do governo, em 31 de dezembro de 1994.

Em outubro de 1996, disputou a eleição para a prefeitura de Urussanga na chapa formada pela coligação do Partido Progressista Brasileiro (PPB) — agremiação originária da fusão do PPR com o Partido Progressista (PP), em agosto de 1995 — com o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). Eleito, tomou posse em 1º de janeiro de 1997. Dois anos depois, deixou o PPB e filiou-se ao Partido da Frente Liberal (PFL). Deixou o cargo de prefeito em 2000.

Presidiu a ELETROSUL no primeiro semestre de 2002.

No ano de 2001 tornou-se o primeiro urussanguense a receber uma homenagem da Associação Bellunesi Nel Mondo, com a cerimônia acontecendo em Belluno-IT.

Em Urussanga, já recebeu o títulode Cidadão Benemérito e também o Diploma do Mérito por ocasião dos 20 anos do Gemellaggio entre Urussanga e Longarone, em sessão solene realizada pela Câmara de Vereadores no ano de 2017.


Na footo acima, da esquerda p/ direita: Conselheiro Wilson Wandall , ex Dep Álvaro Corrêa de Blumenau e Pilotto na sede da associação em Florianópolis.

Komentar


bottom of page