Pedágio para Laurinha arrecada mais de R$ 30 mil em Urussanga




Solidariedade e voluntariado são palavras que fazem parte da gente urussanguense, sempre presente quando é chamada para uma boa causa.

A mais recente é a da pequena Laurinha- Ana Laura Batista, uma menina de 1 ano e 3 meses que sofre de AME- Atrofia Muscular Espinhal, doença degenerativa e cujo tratamento custa cerca de R$ 12 milhões.

Natural de Nova Trento, em Santa Catarina, Laurinha vem ganhando apoio de muitas pessoas para conseguir os recursos suficientes e, desta forma, poder fazer o tratamento que é indicado ser feito até os 2 anos de idade.

Em Urussanga, um Grupo de Voluntários formado por cerca de 70 pessoas vem promovendo ações beneficentes, leilões, “vakinha” e, no último sábado 7/11, promoveu um pedágio solidário que arrecadou mais de R$ 30 mil, dinheiro esse que será depositado nas contas oficiais da campanha da menina catarinense.

O jornal Panorama SC, que acompanhou o trabalho destas pessoas durante o pedágio, registra os cumprimentos pelo empenho em colaborar na tentativa de salvar uma vida humana.

Não se pode, no entanto, deixar de registrar que toda essa empatia da população com relação ao problema da menina e todo o esforço demonstrado para resolução do problema tornam-se o espelho da bondade das pessoas e, ao mesmo tempo, da ineficiência dos poderes constituídos, onde vidas têm preço e vive quem tem dinheiro.