top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

Patrimônio sem uso vira Centro de Atendimento em Saúde na área central

Local onde já funcionou Cadeia Municipal e Açougue servirá para atender urusanguenses da área central.

Ex- Secretário Marquinhos e prefeito Gustavo vivitando o local e analisando o projeto de revitalização. Foto Panorama SC/ Sergio Costa


Uma pequena edificação em terreno da municipalidade na Avenida Presidente Vargas, Nº 111, no centro da cidade, já foi alvo de muita polêmica em passado não distante e, desde que foi desocupado pelo inquilino que ali mantinha um açougue, estava sem nenhum uso.

Há mais de três anos fechada, a edificação receberá agora uma revitalização para se adaptar a um Centro de Atendimento e foi o último ato do então Secretário de Saúde Marcos Roberto Silveira- Marquinho na pasta. Juntamente com o prefeito Gustavo Cancellier, Marquinho visitou o patrimônio da municipalidade e, com o projeto em mãos, mostrou ao Chefe do Executivo como funcionará a nova unidade de atendimento à saúde.

Segundo o ex-Secretário,a criação deste Centro de Atendimento virá resolver duas questões que no momento estão exigindo atenção: desafogar a Unidade Central e trazer maior comodidade aos urussanguense s que vivem na região central e que, na última remodelação, foram colocados para serem atendidos em Unidades de Saúde muito longe do local onde residem.

Prefeito Gustavo Cancellier, em entrevista ao Panorama SC, afirmou que esse projeto foi um pedido do então Secretário Marquinhos e que ele, o Prefeito, considerou ser importante.

“Pelo que me foi mostrado, nós temos uma demanda muito forte da sociedade para que seja criado este Centro de Atendimento, principalmente pata atender bairros aqui no centro, como Morro da Glória e Bairro Figueira.

Acontece que, quando entrou em funcionamento o novo Posto de Saúde no Bairro da Estação, houve uma reorganização da população com relação ao uso dos Postos de Saúde. E algumas pessoas dessa região central ficaram muito longe do acesso. Por exemplo, nós temos algumas pessoas do Bairro Figueira que estão indo ao Nova Itália, algumas do Morro da Glória são atendidas lá no Bela Vista . Além de muitas pessoas idosas que serão beneficiadas com esse investimento, tendo um local de fácil acesso” explicou o prefeito Gustavo ao acrescentar que houve uma preocupação também em manter as características culturais da edificação que é, não só um patrimônio da municipalidade, mas também uma parte da história da cidade.


Do Projeto



Segundo a Arquiteta e Urbanista Especialista em Gestão Pública Municipal - Mariela Iana Fabris Moraes, responsavel pelo projeto de revitalização, “para elaboração da proposta o projeto passou por três fases, a primeira: Levantamento Arquitetônico onde buscou a situação atual da edificação e suas origens; a segunda: Mapeamento de Dados onde aponta as avarias da edificação e sua forma adequada de reforma e a terceira: Intervenção, onde desenvolveu-se uma proposta para restauro e adaptação do novo uso. A adequação ao novo uso refere-se a divisórias leves que contemplem as salas necessárias para uma unidade de saúde e ampliação com banheiro adaptado bem como rampas de acesso e portas amplas permitindo a acessibilidade para todos os munícipes”.



Comments


bottom of page