Paraíso da Criança é beneficiado no programa Eu Voluntário da Fiesc


Em meio a pandemia causada pelo coronavírus, muitas entidades beneficentes tem enfrentado dificuldades para se manterem por conta da redução de doações. Foi pensando nisso, que a Liga de Doações Conecta SC, ação que faz parte do programa Eu Voluntário da Fiesc, se mobilizou para ajudar casas de acolhimento que estavam precisando de mantimentos. A equipe de Criciúma conseguiu arrecadar aproximadamente 1,2 toneladas de alimentos, que foram distribuídas para cinco casas da região Sul: Casa Lar (Araranguá), Casa Lar (Santa Rosa do Sul), Famílias Acolhedoras (Içara), Nossa Casa e Paraíso da Criança (Urussanga). Conforme o interlocutor do programa Eu Voluntário na Regional Sul, Rodrigo Bonetti Machado, a ação foi possível graças a união e parceria com a empresa JBS Seara de Forquilhinha. “Entrei em contato com a Juliana Messagi do setor de RH da empresa e falei desse trabalho da Fiesc para atender as necessidades das casas de acolhimento da região, por meio dos ofícios que as casas mandaram, ela fez uma mobilização interna para atender essas entidades, e em três dias estávamos com tudo pronto e realizando as entregas”, comenta. Saiba mais A Liga de Doações Conecta SC tem como objetivo dar visibilidade para campanhas organizadas por instituições de todo o estado que buscam amenizar o impacto da pandemia causada pelo coronavírus. As instituições podem cadastrar suas demandas gratuitamente na plataforma do programa Eu Voluntário, no site da FIESC. A proposta é avaliada e, após a aprovação, divulgada na plataforma. As doações podem ser deixadas nas lojas da rede FarmaSesi que participam da ação ou diretamente na instituição a ser beneficiada, que também será responsável pela coleta, separação e distribuição dos itens arrecadados. Em Criciúma, as doações podem ser deixadas na FarmaSESI Centro.