PÁGINA TRÊS

Clima assustador

Os temporais que atingiram Santa Catarina entre os dias 14 e 15 de agosto deixaram um rastro de prejuízos no Meio Oeste, Planalto Norte e Litoral Norte.

As perdas foram nas cadeias produtivas de leite, suínos, aves, reflorestamento, alho, frutas, fumo, erva-mate, banana, palmito, arroz e plantas ornamentais.

Na região Meio Oeste foram atingidas as zonas rurais dos municípios de Água Doce, Ibicaré, Treze Tílias, Catanduvas, Vargem Bonita, Luzerna, Brunopólis, Tangará e Frei Rogério. Irineópolis e Monte Castelo foram os municípios afetados no Planalto Norte e os prejuízos na agricultura do Litoral Norte abrangeram os municípios de Jaraguá do Sul, Massaranduba, São João do Itaperiú e Garuva.

As atividades atingidas foram as produções de banana, palmito, arroz e plantas ornamentais, com a destruição de galpões e abrigos.


Bomba climática

Durante toda a semana previsões meteorológicas foram publicadas na mídia anunciando uma massa de ar polar enorme e muito intensa que vai atingir praticamente a metade do território brasileiro e grande parte da América do Sul neste final de semana com potencial de ser um evento histórico de frio e neve.

Previsões indicavam neve no Uruguai, perto da cidade de Buenos Aires e nas províncias argentinas de Santa Fé e Entre Rios. Ainda na maior parte do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e o Paraná, e até no Sul do estado de São Paulo. Praticamente, quase uma mini era glacial nos estados distantes da linha equatorial.


Bomba política

Se o frio promete congelar a água em vários estados, a política local deve ferver nas mais altas temperaturas nos próximos dias.

Se realmente se cumprir a promessa de bastidores, que avisa sobre uma bomba de neutrons que será ativada brevemente, estilhaços mortíferos atingirão candidatos.



Muitos candidatos

Atual legislatura em Urussanga tem dois candidatos a vice-prefeito, respectivamente Jair Nandi pelo PSD e Vanir Mazzucco Cacciatori pelo MDB. Além disso, tem um candidato a prefeito - Marcos Roberto Silveira pelo PSDB e quatro vereadores buscando a reeleição: Zé Biz, Bonettinho e Casagrande pelo PP e Beto Cabeludo pelo MDB.


Urussanga com três

Se nada mudar até a data de fechamento para registro de candidaturas, Urussanga terá três candidatos a prefeito este ano.

Prefeito Gustavo Cancellier busca a reeleição com o apoio do PDT- que já faz parte do governo- e do PSD, que na última eleição saiu com chapa pura e, agora, forma a chapa majoritária colocando o vereador Jair Nandi como vice.

MDB sai de chapa pura e inova com duas mulheres: ex-vereadora Stela Talamini para prefeita e a vereadora mais votada do MDB nesta legislatura - Vanir Mazzucco Cacciatori para vice.

PSDB deixa o governo municipal e a coligação da qual fazia parte e sai de chapa pura com o vereador Marcos Roberto Silveira para prefeito e Rafael Sandrini para vice.


Curiosidade

Stela e Vanir, além de serem as primeiras a formar chapa feminina na história política de Urussanga a concorrer ao Paço Municipal, tem algo em comum: o parentesco pelos laços da Família Mazzucco.



Vereador Marcos Roberto Silveira - Marquinho e empresário Rafael Sandrini são os pré-candidatos do PSDB aos cargos de prefeito e vice respectivamente.

Marquinho, uma forte liderança da comunidade de Rio América, dirigiu a Secretaria de Saúde do Município recentemente. Rafael, filho do saudoso Altair Rosalino Sandrini, ex-vereador e também vice-prefeito de Urussanga na gestão de Ruberval Francisco Pilotto, chega na política com vontade de manter a tradição familiar.


AÇÃO SOLIDÁRIA



Presidente da Coopercocal Altair de Melo- Belha e sua esposa e presidente da Associação Cocal Arte- Rita Mendes Melo liderando o projeto de presentear gestantes com enxoval para os bebês que estão chegando em tempos tão difíceis.

Bela iniciativa, que conta com a colaboração das artesãs voluntárias neste desejo de dar conforto e carinho para novas vidas.

Parabéns!