PÁGINA TRÊS

RECORDAÇÃO


Essa foto, publicada na página do Facebook do urussanguense Valter Zanatta, é uma lembrança da turma da Benedetta na Esplanada Beach, eternizada por Antônio Zanin. O detalhe fica por conta do navio da foto, que encalhou nas areias do referido balneário e que atualmente já foi encoberto pela areia



Aguardando Segundo o secretário de saúde de Urussanga- Marcos Roberto Silveira, uma segunda desinfecção deverá acontecer em locais públicos da cidade. A orientação é que se espere até o final do mês de abril ou início de maio para outra higienização. Faltando vacina Enquanto a propaganda do Governo Federal estimula as pessoas a visitarem os postos de saúde para fazer a vacina da gripe, a realidade é que a prevenção para a Influenza está vindo de conta-gotas e não atende todas as faixas etárias. Servidores das secretarias municipais estão tendo que explicar para a população que a vacina vem só para determinados grupos e, ainda assim, não é suficiente. Em Urussanga, por exemplo, chegou vacinas para a faixa etária entre 75 e 79 anos. Mas a informação é de que, se todos dessa faixa etária comparecerem ao Posto de Saúde, faltará vacina. Tranquilizando Mas secretário Marcos Roberto Silveira afirma que a vacinação acontecerá até o mês de maio e , segundo ele, o Governo Federal deverá enviar vacinas suficientes para atender a demanda urussanguense. No futuro De toda essa confusão causada pelo coronavírus, restará uma mudança que caberá aos professores explicar. E ela é com relação a quarentena que, por ordem de governadores e prefeito, passou a ter entre 7 e 15 dias. Agora No momento, com o silêncio imperando na cidade, tem-se uma breve noção do que era viver na Benedetta no início da colonização. É possível ouvir o sino anunciando as horas durante o dia e até o barulho das folhas das árvores com o vento.


Morte polêmica


Evaldo Stopassoli, ex-diretor da Cecrisa Revestimentos Cerâmicos e da Rede de Comunicações Eldorado (RCE), proprietário das rádios Araranguá AM e afiliada da Transamérica FM, faleceu no 1º de abril aos 73 anos de idade. Inicialmente, sua morte foi anunciada como suspeita de ser resultado da Covid-19. Posteriormente, laudo do Lacen informava que o coronavírus não havia sido a causa. Mas, havia ainda a informação de que o laudo não era conclusivo. Evaldo estava internado no hospital Unimed desde sexta-feira 27/03 e chegou a receber Cloroquina, mas não resistiu e morreu na UTI. Seu corpo foi cremado às 8h, com cerimônia restrita apenas aos familiares, conforme recomendação das autoridades médicas.


Produzindo Na primeira semana de isolamento social devido à pandemia do novo coronavírus, extensionistas da Epagri na região de Chapecó e Xanxerê entregaram sabão e produtos de limpeza caseiros para mais de uma centena de famílias. Os itens ajudam na higienização dos ambientes domésticos e consequente combate à Covid-19. A confecção de materiais de limpeza caseiros é uma das práticas difundidas pela Epagri em todo o estado nas diversas capacitações que oferece a agricultores, pescadores, indígenas e quilombolas. Pouco tempo Candidatos do próximo pleito terão pouco tempo para suas campanhas em busca de votos. Isolamento social forçado pela Covid-19 atrapalhou até o trabalho de convencimento de lideranças a mudar de partido ou candidatar-se pelas siglas atuantes na Benedetta. Janela eleitoral fecha nesse sábado 4 de abril. Dito popular Quem cresceu ouvindo “se correr o bicho pega, se ficar o bicho come” sabe que o momento vivido no Brasil e no mundo é o mais adequado para usar esse dito popular. Isso porque, com a facilidade de transmissão do coronavírus,se sair para trabalhar ele pode matar e , se ficar em casa,corre-se o risco de morrer por falta de dinheiro. Dualidade Enquanto uns acreditam que a Covid-19 veio para mostrar uma outra dimensão espiritual, outros estão mais preocupados com a recessão que chegará nesse plano terrestre em breve. É a dualidade humana.


FECAM estimula vereadores a realizar sessões virtuais

As Câmaras de Vereadores podem usar a tecnologia para manter os trabalhos do Legislativo em tempos de isolamento social em função do Coronavírus. Um conjunto de ferramentas tecnológicas agregadas pelo Consórcio de Informática na Gestão Pública Municipal (CIGA), do Sistema da Federação Catarinense de Municípios, possibilita que o legislativo conduza sessões plenárias virtuais. As ferramentas colaborativas estão na biblioteca virtual CIGA Conhecimento https://conhecimento.ciga.sc.gov.br/. Neste ambiente estão reunidos os recursos de mídias convencionais - whatsapp, facebook (videochamada), Youtube e Skype, por exemplo – que, se agregados as demais ferramentas específicas, permitem que o legislativo conduza sessões em ambiente virtual, inclusive realizar as videoconferências e conduzir a votação on-line, em tempo real.