top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

Orleans -Acadêmicos descobrem suas origens em pesquisas no Centro de Documentação


As acadêmicas da 4ª fase de Pedagogia do Centro Universitário Barriga Verde (Unibave) tiveram a oportunidade de pesquisar no Centro de Documentação Histórica Plínio Benício (CEDOHI), do Museu ao Ar Livre Princesa Isabel (Malpi). A atividade foi de leitura de documentos, entre cartas, relatórios, mapas e, com base nas informações, as acadêmicas identificavam dados referentes a datas, período de governo, resumo do documento, contexto histórico e geográfico.

A acadêmica Natália Brolez, que reside no município de Grão-Pará, viu a importância no exercício não somente para vida acadêmica, mas também para sua vida pessoal.

“O que mais chamou atenção foi a lista de passageiros de imigrantes”, afirmou, relatando que alguns colegas identificaram seus descendentes. Segundo ela, nunca teve acesso em sala de aula a documentos sobre a Colônia Grão-Pará.

Conforme o professor da disciplina de Metodologia de História, Rodrigo da Rosa, a visita ao arquivo foi uma experiência enriquecedora e profundamente significativa.

“Essa oportunidade de mergulhar nas páginas do passado e explorar documentos, registros e materiais antigos nos proporcionou uma conexão tangível com as raízes da educação e a evolução das práticas pedagógicas ao longo do tempo”, comentou.

A diretora do Museu ao Ar Livre, Valdirene Böger Dorigon, lembra que a consulta aos arquivos é gratuita e está disponível para qualquer cidadão, mediante agendamento junto a direção, que pode ser feito pelo telefone (48) 3466-5611 ou e-mail museuaoarlivre@unibave.net.

Colaboração: Antonio P. Rozeng


Comentarios


bottom of page