top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

Novos presidente e vice são eleitos no TRE-SC


O desembargador Alexandre d’Ivanenko irá presidir o Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC), em substituição ao desembargador Leopoldo Augusto Brüggemann, a partir de março de 2023. Ele foi eleito por aclamação, em sessão administrativa realizada na tarde desta quarta-feira (7).


A Vice-Presidência e a Corregedoria Regional Eleitoral passarão a ser ocupadas pela desembargadora Maria do Rocio Luz Santa Ritta, que antes de ser eleita pela Corte Eleitoral foi escolhida pelo Pleno do Tribunal de Justiça (TJSC), também nesta quarta (7), para ocupar o cargo de juíza efetiva do TRE-SC, na categoria Desembargadora. Como a magistrada permanecerá no Tribunal até 2024, assim, historicamente, terá a possibilidade de ser a primeira mulher presidente a conduzir uma eleição municipal em Santa Catarina.


Ao agradecer a confiança depositada pelos colegas, a desembargadora Maria do Rocio parabenizou o presidente eleito. Na sequência, declarou: “pretendo que esta Corte permaneça coesa, como já está”.


O desembargador d’Ivanenko agradeceu à aclamação dos pares e todo o apoio que recebeu do presidente Brüggemann, afirmando que fará “o máximo em prol da Justiça Eleitoral”.


O atual presidente desejou aos eleitos uma profícua gestão à frente do TRE-SC. “Vossa Excelência terá uma companheira em que pode confiar”, disse o des. Leopoldo ao presidente eleito.


Os escolhidos também foram saudados pelo procurador Regional Eleitoral, André Stefani Bertuol, que deu as boas-vindas à desembargadora Rocio e afirmou que será “uma grande satisfação” trabalhar com o desembargador d’Ivanenko na condição de presidente do Tribunal.


A Corte Eleitoral é composta por sete membros efetivos, sendo dois desembargadores, dois juízes de Direito, um juiz Federal e dois juristas.


A posse dos eleitos na sessão de hoje nos respectivos cargos ocorrerá na primeira quinzena de março de 2023.


Perfis


Natural do município de Itajaí, o desembargador Alexandre d’Ivanenko ingressou na magistratura catarinense em dezembro de 1981. Atuou como juiz substituto na comarca de Brusque e depois em São José. Já como juiz de Direito, judicou nas comarcas de Urubici, Orleans, Porto União, Curitibanos e Florianópolis. Foi promovido ao cargo de desembargador em outubro de 2007, exerceu o cargo de 1º vice-presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina no biênio 2016-2018. Atualmente, integra a 4ª Câmara Criminal do TJSC e atuou como vice-presidente e corregedor regional eleitoral, no comando das Eleições Gerais 2022, na qual foram eleitos o novo governador de Santa Catarina, um senador, 16 deputados federais e 40 estaduais, além do novo presidente da República.


A desembargadora Maria do Rocio Luz Santa Ritta é natural de Joinville e ingressou na magistratura catarinense em 1985 como juíza substituta do TJSC, atuando em diversas comarcas do estado. Em 1987, foi promovida à juíza de Direito e judicou nas comarcas de Itapiranga, Dionísio Cerqueira, Biguaçu, Chapecó e na Capital. Também foi juíza eleitoral em diversas Zonas Eleitorais, na categoria Juíza de Direito. Tomou posse em 2000 como juíza de Segundo Grau do TJSC, sendo promovida, em 2005, ao cargo de Desembargadora, atuando desde então na Terceira Câmara de Direito Civil do TJSC, que atualmente preside, no grupo de Câmaras de Direito Civil e no Órgão Especial do Tribunal de Justiça.

Comments


bottom of page