Nostra Origine: famílias empreendedoras de origem italiana, recebem placas que homenageiam história


Projeto faz parte das comemorações do 30º aniversário do Gemellaggio, em Urussanga



Lembrar e honrar os antepassados e resgatar a história das famílias empreendedoras urussanguenses, é um dos objetivos do projeto "Nostra Origine", promovido pela Comissão Organizadora do 30º aniversário do Gemellaggio, em parceria com a Prefeitura de Urussanga, ACIU e CDL.

Em placas padronizadas, custeadas pelos próprios empresários, 23 comerciantes e industriais, tiveram registrados o sobrenome da família; cidade e região originária na Itália; nome do empreendimento; fundação e fundador. "A importância dessa iniciativa é resgatar e fazer com que sejam lembradas todas as histórias dessas famílias italianas que empreenderam na cidade. Torcemos para que isso possa se expandir por todo comércio e indústria", declara Scheila Zomer Bosa, vice-presidente da Comissão Organizadora e Empreendedora de origem Italiana. O evento de entrega das placas, que posteriormente serão fixadas nas empresas, ocorreu na tarde desta terça-feira (24), no Salão de Atos da Prefeitura Municipal, e contou com a presença da comissão, autoridades locais, indústria e comércio.

Segundo Scheila, por mais que o pacto de amizade seja com Longarone, não se pode esquecer e deixar de valorizar as famílias oriundas de outras regiões da Itália. "Hoje a gente comemora 30 anos de Gemellaggio com a região de Longarone, mas as famílias que aqui estão podem ter descendência de outras regiões. Não deixaremos de expandir a nossa italianidade, mostrar a todos que somos de origem italiana. Lembrar sempre e honrar os nossos antepassados que vieram para essa terra, onde não existia uma economia formada e foram empreendedores. Que possamos nos orgulhar deles que vieram antes e honrá-los, levando nosso sobrenome a diante", afirma a vice-presidente.


Novas Placas

A vice-presidente da comissão organizadora do 30º aniversário do Gemellaggio, lembra ainda que neste primeiro ato, 23 placas foram confeccionadas, mas que isso não impede que novas unidades sejam feitas. "Se alguém quiser ter essa placa, basta entrar em contato com a ACIU ou com a CDL. Esse é um projeto que abrange todo o comércio e indústria, não só os associados", destaca. O custo da placa com todas as informações é R$ 200,00. "Basta entrar em contato com a gente e estaremos confeccionando. É um bom investimento porque vai registrar a história e o legado da sua família", finaliza.


Texto e foto: Ana Paula Nesi

Assessora de Comunicação Prefeitura Municipal de Urussanga