No mês da advocacia, OAB Criciúma e CAASC realizam convênio com o Tigre

A iniciativa é inédita em Santa Catarina e o Criciúma Esporte Clube é o primeiro no Estado a realizar a parceria com a OAB

A Caixa de Assistência dos Advogados (CAASC) da OAB Criciúma em convênio com o Criciúma Esporte Clube, está lançando o Plano Sócio-Torcedor CAASC/OAB para os advogados da Subseção. O termo da parceria foi assinado nesta quinta-feira (04), no Estádio Heriberto Hülse e agora os profissionais da advocacia de todo estado podem adquirir a carteirinha do time.


O ato é considerado inédito em Santa Catarina e o clube foi o primeiro a realizar uma parceria com a OAB. “O Criciúma Esporte Clube sempre foi um grande parceiro da OAB, principalmente nas nossas ações sociais. Mas queríamos estreitar ainda mais esse laço, porque se a advocacia é a paixão da CAASC/OAB, o futebol é uma das paixões da advocacia”, destacou a delegada da CAASC Criciúma, Raquel Amboni da Cunha. Para os advogados interessados em adquirir o plano, devem apresentar na secretaria do clube a credencial da OAB para identificação e fazer a associação. “Realizando a adesão, o advogado poderá desfrutar de todos os benefícios que o plano oferece, a um custo menor que o público geral. Por isso conseguimos chegar nesse modelo onde o nosso plano seguirá a tabela de preços da categoria empresarial, que é um plano que já existe no clube, e atualmente tem mensalidade no valor de R$ 60,00”, frisou Raquel. A iniciativa também é um presente aos advogados, que em agosto celebram o mês da advocacia. “A Caixa de Assistência dos Advogados e a OAB Subseção de Criciúma, no mês da advocacia celebram a grande parceria firmada com o Criciúma Esporte Clube, convênio que aproxima ainda mais os advogados e advogadas de nossa subseção ao maior time de Santa Catarina. O plano sócio-torcedor CAASC/OAB, vigente desde 1º deste mês, une duas grandes paixões, a advocacia e o nosso Tigrão”, ressaltou o presidente da OAB Criciúma, Alisson Murilo Matos


O plano sócio-torcedor para os advogados é limitado, então os interessados devem se dirigir com antecedência à administração do Clube. “O advogado torcedor que ainda não é sócio deve ir correndo buscar sua adesão, para poder acompanhar os jogos do Tigre paro o resto do ano”, lembrou o presidente da Comissão de Direito Desportivo da OAB Criciúma, Rodrigo Sakae.


A limitação da adesão ao plano se dá por conta da capacidade de pessoas no estádio. “Este movimento fortalece o clube e fomenta ainda mais a participação da torcida dentro do estádio”, comentou a gerente Comercial e de Marketing do Criciúma Esporte Clube, Viviani Olimpio.