Nandi participa de reunião no Governo do Estado para analisar projetos do Plano 1000



O secretário de Estado da Fazenda (SEF/SC), Paulo Eli, acompanhado do chefe da Casa Civil (CC), Eron Giordani e do subchefe da CC, Juliano Chiodelli, coordenou nesta quarta-feira, 2/03, mais uma reunião com representantes de 11 cidades para debater e analisar os projetos que serão contemplados pelo Plano 1000. Nesta rodada, participaram Araranguá, São José, Timbó, Imbituba, Canoinhas, Itapoá, Gaspar, Orleans, Içara, Urussanga e São Joaquim.

Juntos, esses municípios receberão R$ 687 milhões do programa.

O objetivo do Governo do Estado é aplicar R$ 7,3 bilhões nas 295 cidades de Santa Catarina. Pelo Plano 1000, os municípios catarinenses terão aportes de recursos equivalentes a R$ 1 mil por habitante, conforme a estimativa populacional do Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE) para o ano de 2021. “O municipalismo é uma das bandeiras desta gestão, que vem sendo honrada com a responsabilidade de investir o dinheiro público no que realmente importa para o cidadão”, destaca o governador Carlos Moisés.

Na última semana, foi publicado no Diário Oficial o compromisso do Governo do Estado de repassar R$ 117,9 milhões para 72 projetos em 49 municípios. “O governador Carlos Moisés nos determinou que atendêssemos a todos os catarinenses, indistintamente. O cidadão vive nos municípios, e é lá que os recursos do Estado devem chegar, financiando as obras estruturantes, priorizando o desenvolvimento econômico e a qualidade de vida”, disse o chefe da CC, Eron Giordani.

De acordo com o secretário da SEF/SC, Paulo Eli, o Plano 1000 busca equilibrar o repasse de recursos de acordo com a população de cada cidade, garantindo que sejam concedidos de forma justa e equilibrada em todas as regiões. “Graças ao saneamento financeiro realizado nos últimos anos, temos condições de repassar aos municípios recursos que estão sendo investidos em infraestrutura, em desenvolvimento para que todas as regiões cresçam e Santa Catarina continue sendo um Estado exemplo para todo o país”, ressaltou Eli.


Foto:Michelle Nunes/SEF