Nandi anuncia cancelamento da Festa do Vinho e fala dos 30 dias de governo

Ao completar 30 dias de governo, o prefeito interino Jair Nandi recebeu a reportagem de Panorama SC para falar das ações administrativas até agora efetuadas, anunciar que as finanças do Município estão dentro do planejamento e que não haverá Festa do Vinho este ano.

Confira trechos da entrevista.



Panorama SC: Como o Sr. recebeu a notícia e como analisa esta situação do afastamento do prefeito Gustavo?

Nandi- O que se sabe é o que está divulgado na imprensa. Não temos nenhum acesso. Nosso compromisso principal e a nossa responsabilidade é dar continuidade às obras, dar continuidade ao atendimento e atender bem as pessoas, executar os controles que precisam ser feitos e tranquilizar a população que nós estamos, sim à frente do Município, coordenando os trabalhos, sendo responsável na coordenação e até duro nas decisões que precisam serem tomadas, no sentido de que o Município continue andando em todos os segmentos, seja educação, saúde, agricultura e obras.


Panorama SC: Em relação as tão faladas mudanças nos 1º e 2º escalões. Isso realmente ocorrerá?

Nandi: Não, não haverá mudanças. Apenas na Chefia de Gabinete há um novo nome.


Panorama SC: Com todos os acontecimentos ocorridos neste primeiro semestre de 2021, como fica a coligação PSD e PP?

Nandi: O relacionamento continua porque fomos eleitos em uma coligação. A nossa responsabilidade é dar continuidade. Enquanto estivemos aqui neste primeiro momento, nestes 5 ou 6 meses,o prefeito Gustavo sempre me deu liberdade para trabalhar, lógico dentro das atribuições do cargo de vice-prefeito.

E isso nos deu tranquilidade para, nesse momento, tocar o Município de maneira que atenda as pessoas e os interesses do Município como um todo.


Panorama SC: E para o futuro? Há expectativa de prejuízo para essa coligação ?

Nandi: Eu acho que é muito prematuro para tirar qualquer conclusão. O que posso assegurar é que tudo continua dentro da normalidade. Estamos fazendo a nossa parte. PSD está na base de governo e as coisas vão seguir seu fluxo natural, respeitando a coligação.


Panorama SC: Prefeito, o Restaurante San Gennaro, um bem público tido como receptivo turístico no Parque, está com o telhado literalmente caindo. Há alguma providência sendo tomada pela municipalidade?

Nandi: Nós temos algumas ideias para o local, tanto para restaurante como para outras atividades, mas ainda está sendo estudado. Porque, como é um equipamento público que envolve interesse de uma sociedade como um todo, precisamos apresentar algo que, no mínimo, atenda os anseios da maioria.

Sim, precisa de um investimento ali. Tem como dar solução, seja para o setor gastronômico ou outros, mas precisa ser utilizado. Com certeza, está dentro do foco da gestão municipal reformar aquele ambiente e dar uma destinação que atenda os urussanguenses e visitantes também.


Panorama SC: Frota da PMU. Como estão os equipamentos? Há muitos, como se diz, “no cepo”?

Nandi: Não, a frota da municipalidade está rodando. É claro, a gente sabe e todos que trabalham com elas sabem, que há um grande desgaste quando o assunto são máquinas pesadas. Mas nós estamos aí trabalhando em plena capacidade.


Panorama SC: Festas em Urussanga. Como fica esse ano a Festa do Vinho com a pandemia?

Nandi: A situação em que vivemos com o Covid, seria um contrassenso fazer este tipo de evento. Embora se saiba da importância da Ritorno, da Festa do Vinho e dos Festivais, diante deste aumento de casos na cidade achamos por bem não realizar. Em janeiro tínhamos 58 casos de Covid em Urussanga, hoje estamos perto de 300. Então precisamos ter responsabilidade diante desta pandemia e evitar de colocar as pessoas a riscos ainda maiores com grandes aglomerações. Pode ser que no final do ano a situação se modifique, mas de imediato é impossível se pensar em realização de eventos deste tipo.



Panorama SC: Como estão as finanças da PMU hoje e qual o planejamento?

Nandi: Hoje o Município de Urussanga se encontra bem, dentro do planejamento feito desde o início do ano, com os valores necessários para 13º dos servidores, para as rescisões de professores no final do ano e inclusive para as obras que precisam ser feitas.


Panorama SC:Para finalizar, que mensagem o Sr. deixa ao povo urussanguense neste momento inédito da política local?

Nandi: Eu entendo que o Município está acima dos interesses do próprio gestor e que tenho a enorme responsabilidade de conduzir bem, agir com extrema responsabilidade.

Urussanga pode ficar tranquila que faremos o nosso melhor no sentido de atender bem sempre. Seja provocando mudanças, prestando serviços ou fazendo obras que são necessárias.