top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

Museu ao Ar Livre promovera exposição itinerante sobre os povos Xoklengs




O Museu ao Ar Livre Princesa Isabel, de Orleans, vai promover quatro exposições com a temática envolvendo os Povos Xoklengs, indígenas que habitavam a região de Orleans. As ações serão feitas ainda nesse primeiro semestre, e fazem parte do projeto aprovado no edital Lei Paulo Gustavo (LPG) D+ SC/2023, do Estado de Santa Catarina, na categoria “Bibliotecas e Museus”.

O nome do projeto é “Povos Indígenas: registros dos povos Xoklengs em Orleans e região sul catarinense”, proposto pela Fundação Educacional Barriga Verde (Febave), que mantenedora da Unibave e do Museu ao ar Livre. Conforme a museóloga e diretora do Museu ao Ar Livre Princesa Isabel, Valdirene Böger Dorigon, os Xoklengs foram dizimados com o processo de colonização no território de Orleans, assim como em toda a região sul catarinense.Serão utilizados parte do acervo documental, etnográfico e arqueológico existente no Museu ao Ar Livre, em Orleans. “A exposição, inicialmente será exposta no Museu ao Ar Livre e posteriormente circulará em mais espaços educativos ou culturais”, explica a Valdirene, que ainda coordena e colabora com a curadoria do projeto.

O projeto, neste momento, está em fase de reuniões com a equipe, para definição, pesquisa e seleção do acervo que será exposto. Conforme Valdirene, depois desta fase serão definidos os locais e as datas das exposições.

“Povos Indígenas: registros dos povos Xoklengs em Orleans e região sul catarinense” está previsto para ser executado no primeiro semestre de 2024, pelos colaboradores do Museu ao Ar Livre Princesa Isabel (Malpi). A proposta foi selecionada pelo Edital da Lei Paulo Gustavo (LPG) D+ SC/2023, está sendo executado com recursos do Governo Federal e Lei Paulo Gustavo de Emergência Cultural, por meio da Fundação Catarinense de Cultura (FCC).


Fonte: Antonio Pereira Roseng

Comentários


bottom of page