top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

MAURO PAES CORREA

Mudanças no Android


Em 2013, o Android recebia uma atualização bem interessante para a época: O Google Now, um serviço de Cartões, com várias informações relevantes ao usuário e seu confiável assistente, que pode ser acionado via voz. O uso do novo aplicativo integrado ao sistema, conquistou muitos usuários e com o passar do tempo, o próprio sistema recebeu atualizações que fizeram com que o aplicativo integrado nativamente ao sistema, fosse substituído por novos recursos.

A descoberta de que o serviço vai parar após dez anos, veio de um descompilação, que na linguagem dos programadores, significa reverter a aplicação para que seja possível ler sua programação. A grosso modo, é como se fosse possível reverter a receita de um bolo já pronto, por exemplo. Com o código em mãos, o próprio aplicativo demonstra que muito provavelmente, será descontinuado ainda este mês.

Fará diferença para o usuário? Para muitos que não usam o Google Now para suas tarefas ou busca de informações, não há previsão de dores de cabeça. A sugestão do próprio Android será a de alterar por o aplicativo padrão do sistema, que está embutido no sistema. Os sistemas antigos, se receberem atualização, é que podem ter mais impacto, pois normalmente quando um aplicativo é descontinuado ou substituído por outro, o seu funcionamento gradualmente fica prejudicado.

Inclusive é pelo processo de descompilação, que muitas vezes a comunidade de entusiastas consegue antecipar algum tipo de alteração que impacta na vida dos donos de smartphones. Como por exemplo, a descontinuidade de aplicativos para versões de Android mais antigas, que enfurecem muitos usuários diante da obrigatoriedade de trocar de aparelho, principalmente quando utilizam aplicações vitais, como de internet banking. Porém, em nome da segurança e usabilidade, são mudanças necessárias e um aplicativo “sobreviver” por dez anos, é quase uma façanha.




Comments


bottom of page