MAURO PAES CORREA

Cartão Clonado!


O velho e bom cartão de crédito continua na praça há muitos anos, apenas com pequenas melhorias. Ainda assim, é uma tecnologia que está “ultrapassada” pela facilidade de vazamento de seus dados ou obtenção por parte de hackers das informações. Mas calma, nada de preocupações. Vou lhe ensinar o que fazer quando ocorrer isto com você. Posso até dizer com propriedade sobre o assunto, pois foi o que aconteceu comigo e rapidamente resolvi o problema.

Em primeiro lugar, use seu cartão somente em estabelecimentos e sites confiáveis, o que minimiza o risco dele ser clonado. E como perceber rapidamente que ele é clonado? A resposta é simples e está no seu celular: instale aplicativos no seu celular, do seu banco ou até mesmo aplicativos próprios para gerenciamento do seu cartão, o que alguns bancos já começam a oferecer.

Graças aos aplicativos, qualquer movimentação do seu cartão pode ser acompanhado na hora. Alguns bancos inclusive enviam SMS, que apesar de ser antigo, funciona. Porém, considero ainda fonte mais segura as mensagens vindas dos aplicativos mais segura, pois recebemos muitos truques maliciosos via SMS, o que você deve prestar muita atenção.

Muito bem: houve uma movimentação estranha no seu cartão. O que fazer? Bloquear na hora o seu cartão, que você pode fazer diretamente no aplicativo do seu banco, na maioria dos casos ou através do telefone específico do banco. No meu caso em particular, eu bloqueei no exato momento em que houve a transação, com tempo de descobrir a origem de duas posteriores, que já não passaram. Entrei em contato com o banco, expliquei que o cartão havia sido clonado e as perguntas de praxe foram-me feitas. Se usava o cartão em muitos lugares, sites, etc. Nadinha, apenas para o básico. O banco cancela o seu cartão bloqueado e manda outro para você, normalmente via correios. Eu sei que você deve achar tudo isso uma incomodação, mas dos males o menor, acredite.

Quanto as minhas contribuições para a melhoria do cartão de crédito, acredito que haveria de ter uma verificação em dois fatores, fácil de ser implementada, pois muitos bancos já possuem. Os famosos tokens. Passei o cartão, aparece na tela do celular uma senha aleatória ou algum outra funcionalidade para evitar estes problemas.

De qualquer forma, não é motivo para você abandonar o cartão de crédito. Se for usar apenas para compras virtuais e não parceladas, recomendo os cartões de créditos virtuais dos bancos, que são bem interessantes: eles só funcionam se houver um saldo específico para ele e quase que sempre não permitem compras parceladas. Realmente, quebram um galhão.

O golpe do PIX

Devo alertar você contra o golpe do PIX. Se recebeu mensagem via SMS solicitando valores via PIX, cuidado. Outro alerta importante: antes de fazer a transferência de valores, veja exatamente quem é o recebedor. Se é diferente do informado, atenção redobrada. Até pelo fato de que o PIX veio para ficar, pois é um dos sistemas de pagamentos mais ágeis do mundo.

Todo sistema de pagamento pode sofrer boas melhorias, como o boleto recebeu. Para permitir a rastreabilidade, agora o sacado (pagador) é informado eletronicamente. Justamente para prevenir aqueles antigos golpes de invasão de contas e pagamento de boletos de terceiros.