MAURO PAES CORREA

A onda de atualizações


O Android vai ganhar atualizações. A Apple já lançou as suas para o iOS. O Windows veio recentemente com um “pacotaço” de atualizações, que deixou muitos usuários em um verdadeiro exercício de paciência. A Google vai reformular várias de suas ferramentas. E você, onde fica no meio de toda essa história?

Na melhor parte, obviamente. Todas as atualizações, que muitos dos nossos leitores podem achar que deixa seu dispositivo mais lento (o que até muitas vezes é verdade), tem como foco a melhoria da sua experiência de uso (que chamamos de usabilidade) e principalmente segurança.

Esta é a palavra-chave que devemos ter em mente quando o nosso sistema pede atualização: este é um dos poucos conselhos que é bom e você deve seguir. Atualize sempre o seu sistema, exercite sua paciência e garanta uma noite de sono “quase” tranquila.

Como profissional da área, preciso ser realista: não existe nenhum sistema totalmente seguro, o que existe são atualizações que buscam estar à frente das falhas que os sistemas possuem. Há os hackers do bem e do mal, nesse mundo virtual. Eis a grande verdade.

Nessa onda de atualizações, também estamos esperando com muito interesse uma prévia de talvez uma nova versão do Windows, que poderá se chamar Windows 11 ou Windows Sun Valley. Não importa o nome, o que importa é que à cada versão, seja em dispositivos móveis ou de mesa, percebemos ao longo dos anos que os sistemas estão cada vez mais estáveis. Estabilidade significa maior produtividade no seu trabalho e a disponibilização de novas ferramentas.

É sempre bom lembrar: aquele aviso de atualizar agora (ou deixar para depois), busque fazer o quanto antes em seu sistema. Com o melhor controle de qualidade das empresas de software, dificilmente vamos ter algum problema que possa danificar seu equipamento. Na dúvida, mantenha cópia dos seus dados, o que chamamos de backup. Procedimento que muitas vezes pode ser feito de forma simples e salva toda a sua vida digital.

Precisamos de mão de obra (e urgente).

Quero dar uma dica que muitos empresários estão fazendo e merecem parabéns por isso: estão ao invés de ficar esperando qualquer política pública que fomente a educação profissional e superior em determinadas áreas, estão treinando estudantes diretamente dentro de suas empresas, para descobrir, qualificar e reter talentos. Realmente, na área de tecnologia da informação, está difícil conseguir pessoas com boas qualificações. Sobram vagas (e muitas), com bons valores por sinal.

Falo por experiência própria, como recrutador de profissionais em tecnologia da informação, trabalho este que faço no formato part-time (tempo parcial) para a iniciativa privada. Empresas do Brasil ou do exterior, a partir da “peneira” que fazemos no primeiro contato, acabam contratando posteriormente estes profissionais. Há vagas que não conseguimos preencher e muitas empresas ficam no prejuízo, sem aquele profissional qualificado e dedicado (e bem pago, bom frisar esta parte), para atender suas demandas e gerar lucro. O capitalismo dá valor à meritocracia, o que eu acho uma de suas melhores características, na iniciativa privada. Quer um emprego à longo prazo? Estude em qualquer área do segmento de tecnologia da informação. E inglês, por favor. Investimentos que salvam seu futuro e seu bolso. Bom fim de semana!