MAURO PAES CORREA

Um dia dirão os sábios...


Queridos(as) leitores(as)! Quero deixar alguns conselhos que nunca sairão de moda e cada vez mais com o incremento da Inteligência Artificial e o fato das redes sociais atuarem como abutres de dados, utilizando qualquer dado seu com o intuito de promover propagandas ou criar perfis de consumo e uma infinidade de informações, pois não existe almoço grátis na Internet, elaborei um pequeno guia preventivo do que você não deve fazer em lugar algum que seja online:

• Nunca tire selfies mostrando as digitais dos seus dedos (elas podem ser lidas por softwares);

• Em softwares de caminhada, ciclismo ou qualquer outro esporte, evite de mostrar onde fica sua casa (criminosos mal intencionados podem simular falsos sequestros apenas comprovando certos dados, que pessoas leigas acabam facilmente sendo convencidas);

• Pense uma, duas, três vezes antes de comentar qualquer publicação. Você tem total direito garantido por lei de se expressar, mas uma resposta mal formulada, é facilmente retirada de contexto;

• Tudo na internet é “printável” e pode sofrer alterações. Porém, nada impede de você em determinadas situações, ir num cartório e convalidar o que é real (acredite, muitas vezes isso é necessário);

• Cuidado com esses SMS e Whats de convalidação de dados: peque pela prudência, na dúvida, ligue para o seu banco ou emissor do cartão de crédito;

• Nem preciso falar das falsas promoções ou correntes nos mensageiros (nem o Telegram escapa). Links (sites) maliciosos podem fazer um tremendo estrago no seu equipamento e no bolso;

• Não apague conversas. Elas podem ser utilizadas como prova no futuro;

• Para as mulheres, principalmente: coloquem suas redes sociais e informações de todos os softwares o máximo possível no modo privado. Namoros e casamentos mal resolvido criaram uma série de perseguidores digitais (stalkers). Perseguição é crime.

• Lembre-se da nova Lei Geral de Proteção aos Dados. Se alguém liga ou envia e-mail sem ser solicitado, replique perguntando como obteve o dado. Na dúvida, diga que você sabe dos seus direitos de titular de dado. Operadores de telemarketing morrem de medo disso, inclusive pedem desculpas e desligam rapidinho.

• Smartphone dos filhos: importante respeitar a privacidade, mas é sempre bom “estar de olho” no que fazem ou com quem conversam. O mundo digital pode ser um mundo de conhecimentos tanto para o bem, como para o mal.

• Nunca entre na Deep Web (a Internet dentro da Internet). É extremamente perigosa para qualquer usuário.

• Velhas e eternas regras: não dê sua senha de e-mail, cartão e qualquer tipo de acesso à terceiros à seus equipamentos e dados.

• No seu ambiente de trabalho, se houver dúvidas (por mais simples que seja), acione o seu setor ou departamento de Tecnologia da Informação. Em segurança, peque pela prudência.


Seguir boas práticas na Internet minimiza o risco de problemas e garante uma boa noite de sono. Boa leitura!