top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

Mais uma quadrilha da cidadania italiana desmontada na Itália

Suspeita é que há brasileiros do Sul envolvidos no esquema de mais de 600 mil euros

Foto site prima CHIVASSO-IT


Na quarta-feira dessa semana 14/10, a Polícia italiana desmantelou mais uma quadrilha que pratica atos de corrupção para facilitar o reconhecimento de cidadania jus sanguinis ou seja, a dita cidadania italiana. Notícias veiculadas na mídia italiana e na imprensa internacional, dão conta de que, através de interceptações telefônicas e as microcâmeras instaladas em escritórios municipais, os investigadores conseguiram registrar pagamentos em dinheiro feitos a servidores públicos italianos na cidade de Crescentino, que fica situada no noroeste da Itália, província de Vercelli.

Autoridades estimam que a quadrilha tenha movimentado mais de 600 mil euros neste tempo de atuação. Foram presas preventivamente quatro pessoas que estão detidas em regime domiciliar, incluindo dois funcionários do escritório de Registro Civil de Crescentino sendo uma mulher de 54 anos e um homem de 49 anos, que são acusados de ter facilitado o reconhecimento de cidadania italiana para nada menos que 74 brasileiros serviço pelo qual recebiam pagamentos ilícitos feitos por meio de uma agência com sede em Verona.

Segundo o Ministério público, a empresa oferecia “pacotes”de até 4 mil euros para que o interessado obtivesse a cidadania.

O homem de 49 anos é acusado ainda de alugar “por meios ilegais” dois aptos de sua propriedade para pelo menos trinta brasileiros que aguardavam a conclusão de seus pedidos. Ele e sua colega vão responder por formação de quadrilha, corrupção, falsidade ideológica e peculato .

Já os brasileiros detidos são uma mulher e seu filho que respondem pela empresa de Verona e há suspeitas de que atuavam tendo uma filial no Sul de Santa Catarina.

O fato que chamou a atenção da Polícia italiana através de seus investigadores foi o elevado número de brasileiros, aproximadamente 150, que estavam em Crescentino, município de pouco mais de 7500 habitantes, para reconhecimento de suas cidadanias italianas.

Essa não é a primeira vez que um esquema fraudulento é descoberto na Itália, inclusive já houve caso de envolvimento de um sulcocalense.

Na operação deflagrada essa semana, as investigações giram em torno da suposta corrupção dos servidores municipais para garantir o reconhecimento da cidadania para brasileiros. A partir de então os envolvidos responderão na justiça e dado ao volume de provas dificilmente escaparão de pesadas condenações, informam matérias veiculadas por agência internacionais como a ANSA.


Da redação

Com anúncios feitos na mídia brasileira oferecendo facilidades na obtenção da cidadania italiana, é oportuno que as pessoas se informem corretamente sobre o assunto, pois, ao final de tudo, poderão perder seu dinheiro e ficar sem a desejada cidadania.

Opmerkingen


bottom of page