top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

La Pietà - pároco quer dar maior visibilidade ao presente que Urussanga ganhou do Vaticano

Réplica que Urussanga ganhou do Papa Paulo VI é uma das três existentes no Brasil



Uma das obras de arte mais admiradas no mundo, a La Pietà de Michelangelo recebe a visita de milhares de pessoas por ano na Basílica de São Pedro, em Roma/IT, onde fica exposta ao público.

E este trabalho é tão valorizado pelo Vaticano, que para homenagear o centenário da imigração italiana em Caxias do Sul (1975) e Urussanga (1978) o Papa Paulo VI presenteou as duas cidades com uma réplica da La Pietà.

Há ainda no Brasil uma terceira réplica, que foi doada pelo Papa João Paulo II no ano de 1989 e está exposta na Catedral de Brasília- DF.

A escultura de Urussanga já foi matéria em importantes veículos de comunicação em nível nacional e, em 22 de abril de 2022, começou a ser lugar de visitação para os integrantes do Caminho Sagrado, grupo de peregrinos que inicia sua caminhada na zona rural de Criciúma e percorre os municípios de Nova Veneza, Treviso, Urussanga, Azambuja, Morro da Fumaça, Içara, retornando ao ponto de partida, totalizando sete dias. O percurso também atravessa as cidades de Siderópolis, Treze de Maio e Forquilhinha.

Para incentivar que cada vez mais pessoas venham conhecer a réplica exposta na Benedetta, o pároco Giliard Cesconetto Gava informou à reportagem de Panorama que está estudando uma forma de evidenciar toda a importância da La Pietà no projeto de turismo religioso regional.

“A igreja, como instituição responsável pela réplica da La Pietà, pode manter as portas da igreja sempre abertas para que os visitantes venham conhecer esta obra da genialidade humana inspirada por Deus. Mas isso só não basta. Se faz necessário também a união de vários segmentos da sociedade, tanto do poder público quanto da iniciativa privada, visando uma ação sincronizada, onde a cultura italiana legada dos colonizadores, fortemente amparada nos costumes cristãos, traga um avivamento da fé e ainda colabore para o sucesso de um projeto turístico religioso e cultural”, explicou o pároco.

“ A primeira ideia seria fazermos uma festa em meados de setembro, intitulada de Sagra della Pietà.

Poderia ser no dia 15 de setembro que é o dia dela. Nós já estamos formando uma Comissão e, certamente, com o apoio de toda a comunidade, conseguiremos dar o devido valor que este presente do Papa tem e também criar mais um belo evento para Urussanga” concluiu padre Giliard.


Foto arquivo Panorama

Comments


bottom of page