top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

Imprensa de Urussanga recebe Moção de Apoio


Profissionais de veículos de comunicação que atuam em Urussanga estiveram nesta terça-feira na Câmara de Urussanga para receber uma Moção de Apoio proposta pelo vereador Luan Varnier (MDB) e aprovada por unanimidade.

A reunião do Legislativo teve a presença de Sergio Costa, representando o jornal Panorama, Sergio Roberto Maestrelli, da Fundação Marconi, e Regiane Galdino, da rádio Cidade FM de Urussanga, veículo também representado por Everton Demétrio e Tiago dos Reis Euzébio (Pimpas).

A Moção de Apoio foi concedida “após falas proferidas pelo senhor Luis Gustavo Cancellier, prefeito do município de Urussanga, em entrevista à Rádio Cidade em Dia, no dia 11 de agosto, referindo-se aos veículos de comunicação da cidade de forma a expressar que são vendidos e manipulam a opinião pública”.

Luan enalteceu a importância da atuação da imprensa para melhorar a vida dos cidadãos. “É com o trabalho dos veículos de comunicação que as gestões públicas melhoram, pois o gestor que não sai do gabinete não tem como observar as necessidades do povo. O cidadão vê a imprensa como forma de ter voz”, sintetizou.

Os representantes da imprensa presentes à reunião da Câmara também se manifestaram e agradeceram a Moção de Apoio. “O trabalho, quando é feito com amor, respeito e dedicação, é reconhecido. É isso o que tentamos fazer na rádio Cidade aqui em Urussanga e nos mais de 40 municípios onde a gente chega”, afirmou Regiane.

Sergio Costa reconheceu o valor da Moção de Apoio, mas lamentou as circunstâncias em que ela foi concedida. “Os veículos de Urussanga, de forma nenhuma, se posicionaram, se venderam ou deixaram de cumprir o sagrado dever da informação com a isenção que é necessária”, afirmou. “O que fazemos é repercutir os fatos, colocá-los de forma responsável, até para que a história registre e nos analise”.

Sergio Maestrelli frisou que uma sociedade forte e livre pressupõe uma imprensa igualmente forte e responsável. “A imprensa não cria fatos, não cria boatos. Ela precisa repercutir. Ouvir as partes envolvidas é a regra, e que o ouvinte da rádio ou o leitor do jornal tire as suas conclusões. Não analisamos ou criticamos pessoas, e sim ideias, independentemente de quem seja o protagonista ou os protagonistas”, ressaltou.




Rádio Marconi Jornal Panorama Rádio Cidade Urussanga

Comentarios


bottom of page