top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

Hospital São José de Criciúma recebe doação de respirador


Na terça-feira dessa semana, o Hospital São José de Criciúma recebeu um respirador pulmonar doado pelo Fundo Empresarial para Reação Articulada de Santa Catarina Contra o Coronavírus (FERA/SC), movimento liderado pela Federação das Indústrias (FIESC). Diversas instituições hospitalares do Estado já foram beneficiadas com a iniciativa que tem como principal objetivo de apoiar investimentos que tenham como meta minimizar os efeitos da Covid-19 em Santa Catarina.

“É muito importante que as empresas tenham essa visão de apoiar iniciativas como esta. Estamos passando por um momento difícil, mas tenho certeza que, com a colaboração e a união de esforços de todos, conseguiremos vencer esta grande batalha contra o coronavírus”, enaltece o vice-presidente regional Sul da FIESC, Diomício Vidal.

Além desses equipamentos, o Fundo Fera já efetivou doações de medicamentos, de equipamentos de proteção individual de pessoal da saúde, colaborou no transporte de ventiladores consertados e investiu em projetos industriais de combate à pandemia e a contaminação.

“Neste período difícil que estamos vivendo, todo o apoio é bem-vindo. Isso reforça a importância da conscientização das pessoas de agirem pelo próximo. Em nome do Hospital São José e de todas as pessoas que precisarão utilizar este respirador, nós agradecemos”, garante a diretora geral do hospital, Irmã Isolene Lofi.

O respirador entregue em Criciúma foi fabricado pela Novitech, de São Bernardo do Campo, empresa que recebeu consultoria do Instituto SENAI de Inovação em Sistemas de Manufatura, de Joinville, em parceria com a Whirlpool, para ampliação da capacidade de produção.

A doação de respiradores pulmonares é um esforço do setor industrial brasileiro de aumentar o número de ventiladores pulmonares nas unidades de terapia intensiva (UTI). Além da compra dos equipamentos, o SENAI, a Confederação Nacional da Indústria e as federações estaduais atuam em outras frentes, como o apoio para ampliar a produção interna e a restauração de aparelhos danificados, sendo que foram consertados mais de 2 mil no país.

Comments


bottom of page