Gemellagio - uma história de amizade


No momento em que Urussanga comemora 30 anos de um acordo internacional com a cidade italiana de Longarone, Panorama SC lembra momentos que marcaram esta amizade nas última décadas e registra informações obtidas no livro Tanti Anni Dopo, da escritora Marcia Marques Costa.


Da história

O primeiro passo para oficializar o acordo de amizade entre a cidade de onde veio a maioria dos imigrantes italianos para colonizar Urussanga, foi dado por Longarone que, no ano de 1991, legalizou o pacto que completou 30 anos em terras italianas no ano de 2021 e completa 30 anos em Urussanga este ano.

Em Urussanga, o Decreto nº 062/91, de 1.8.1991, oficializou a Delegação Oficial de Urussanga que iria participar da assinatura do Gemellaggio em Longarone, ficando assim constituída:

Vanderlei Olívio Rosso- Prefeito Municipal

Maria Cancelier De Brida (Ìris Cancellier) - Presidente da Câmara Municipal,

Vereadores Luiz Antônio Fabro e Altair Rosalino Sandrini,

Antônio De Lorenzi Cancellier- Membro de Associação Cultural,

Monsenhor Agenor Neves Marques- Pároco de Urussanga e

Nevton Vicente Rech Bortolotto - Diretor de Cultura.

Posteriormente, pelo Decreto nº 093/91, de 12.09.1991, foi substituído o nome do vereador

Altair Rosalino Sandrini pelo do vereador Lauro Baesso.


Mas a Comitiva Oficial não foi sozinha. Pagando suas próprias passagens e estadias, estiveram participando da assinatura do Gemellaggio em 1991 na cidade de Longarone, os urussanguenses:

Alexandre Fretta,

Alfredo Fávio Gazzolla,

Ambrósio Eroni Spilere,

Arlete Zanin Silvestrini,

Arnon Borges Teixeira,

Azi Damiani Nichele, Basílio Mazzucco,

Cândida Maria Dias Medeiros,

Domingos Brunato,

Edela Marten Teixeira,

Edna C. Bez Fontana,

Elóida Bosa Búrigo, Galdino Silvestrini,

Ida Bez Batti,

Itamar Jaborandy Medeiros,

Itelvino Savi,

Iva Damiani,

Jualdino Mariot,

Lédio Scarpato,

Luiz Bortolin,

Luiz Carlos Cândido,

Marcelina Bez Fontana Canever,

Maria Alba C. Cancelier,

Marivaldo J. Freccia,

Narciso De Lorenzi Canever,

Olvacir Bez Fontana,

Othilia M. Damiani,

Sérgio Tolentino,

Severino Feltrin,

Silvino De Lorenzi Cancelier,

Sônia C. Freccia,

Soraia Mandelli ,

Vani De Bona Sartor Cândido,

Vera Gorete Rosso,

Vílmera Speck Mazzucco,

Vinícius Búrigo e

Zulma Búrigo Gazzolla.


A comemoração paralela


Em 1991, fortificando os laços de amizade com Longarone e visando evidenciar a cultura legada pelos imigrantes italianos, prefeito Vanderlei Rosso criou a festa Ritorno Alle Origini, realizada no entorno da Praça Anita Garibaldi com grande sucesso.

Em 1992, quando a Comitiva italiana formada por 40 pessoas esteve na cidade para a assinatura do Pacto de Amizade em terras brasileiras, prefeito Vanderlei instituiu duas Comissões. Uma para tratar da programação do Gemellaggio e outra para organizar a Ritorno Alle Origini.


A Comissão Organizadora ficou assim constituída: Presidente de Honra e Autoridade responsável pelo Gemellaggio: Vanderlei Olívio Rosso- Prefeito

Presidente Executivo: Hedi Damian- Presidente Associação Bellunesi Nel Mondo

Vice Presidente:Antônio De Lorenzi Cancelier - Presidente da Associação Friulana

Secretárias: Maria Cancelier De Brida - Vereadora e Judith Pillon - Presidente da Associação Triveneta

Tesoureiro: Luiz Antonio Fabro - Vereador

Coordenadores: Carmella Mezzanotte e Nevton Bortolotto


Já a Comissão Organizadora da Ritorno Alle Origini ficou assim constituída:

Presidente: Luiz Carlos Zen

Vice Presidente: Zezinha Sacchet Rambo

Secretários: Silvino De Lorenzi Cancelier e Neide De Pellegrin

Tesoureiro: Gilson Fontanella

Coordenação: Carmella Mezzanotte e Nevton Bortolotto.


Foto Divulgação Arquivo Público