top of page
  • Foto do escritorJORNAL PANORAMA SC

ENTREVISTA: Fabiano Saviatto fala sobre o aumento do número de ciclistas na Benedetta

Geralmente nos finais de semana, especialmente nas manhãs dos sábados e domingos, o entorno da Praça Anita Garibaldi é ocupado por veículos cujas placas mostram que são visitantes trazendo suas bicicletas para a prática do esporte no interior do Município.

Para saber o que está realmente acontecendo com esse esporte na cidade, Panorama SC entrevistou Fabiano Saviatto, que responde pela Tesouraria do Urussanga Ciclismo e é um personagem importante dentro deste segmento.

Entusiasmado, ele falou sobre as boas novas de um esporte que visivelmente, não apenas vem ganhando um grande número de adeptos no município, mas que tem, em função de um grande esforço organizacional, atraído ciclistas de várias partes do Estado e do País, os quais frequentemente participam das provas realizadas pelo clube urussanguense.





Panorama : Nota-se que há um crescente número de ciclistas de outras partes do Estado e do Brasil que já estão familiarizados com a nossa Benedetta e são geralmente vistos pelas estradas e trilhas interioranas nos finais de semana. O que está acontecendo Fabiano?

Fabiano: O Clube Urussanga Ciclismo iniciou com dez participantes, hoje temos aproximadamente 180 membros, isto em várias partes do Estado. A nossa idéia e agregar todos estes companheiros e realizar eventos de grande porte. Mesmo que temporariamente um tanto prejudicado o nosso projeto, mas independentemente da pandemia, temos organizado os chamados desafios, que nada mais são do que as pessoas se inscreverem e, em determinado dia e hora, realizam o trajeto na rota pré-definida utilizando o território de Urussanga, tendo como mote o seu relevo interessante para este tipo de evento. Atualmente, já estamos quase finalizando um evento que tem mais de 180 inscritos. É um desafio dentro do território do município, são 90 km tendo por nome “Primeiro desafio dos limites de Urussanga”, passando por pontos de alta altrimetria partindo de Urussanga e fazendo o percurso por Rio Caeté, Montanhão,Belvedere, São Donato, Santana, Santaninha, Rio Molha,Palmeiras, Pindotiba, Armazém, Rancho dos Bugres,Morro da Lagoa depois até próximo a divisa com Morro da Fumaça,Rio Comprudente, Rio Perso e retornando ao centro de Urussanga.


Panorama:Qual o tempo para este percurso.?

Fabiano: O tempo limite é de 10h, mas o pessoal consegue baixar isto entre 6 e 8 horas.

No próximo final de semana teremos aproximadamente 50 ciclistas participando deste desafio, claro que observando todas as normas, as quais todos estamos submetidos neste período de pandemia, inclusive evitando aglomerações, mas praticando o esporte.


Panorama: o que temos de novo em se tratando de provas?

Fabiano: Paris já nos liberou para que possamos realizar eventos a nível internacional a partir de 2021, com previsão para início do calendário no mês de março. Até lá, nem pensar em aglomerar pessoas.Não há como dar largadas e chegadas de forma conjunta e, então, tivemos que optar por estes tipos de desafios, quando o cliclista escolhe horário e dia que quer realizar o percurso e tudo certo e controlado para tanto.Tudo fica registrado no nosso site(www.urussangaciclismo.com.br ), com fotos e o percurso. A partir deste controle, a gente valida ou não a prova e, posteriormente, fazemos a premiação.


Panorama - Percebe-se que o número de mulheres praticantes do ciclismo está crescendo. Isso procede?

Fabiano: Sim, isto mesmo. A febre agora são as mulheres, elas perceberam que são capazes e superando muitos desafios em termos de persistência e tenacidade estão cada dia mais presentes tanto nos passeios quanto nas provas.


Panorama:Jogos Abertos de Santa Catarina, alguma possibilidade do Urussanga Ciclismo estar participando com representantes?

Fabiano: Sim nós fomos convidados. Vamos apresentar o Município com a nossa camisa, com uma equipe mista com atletas tanto do município quanto de fora dele, homens e mulheres, com perspectiva de sua realização entre a última semana de novembro e início de dezembro.Estamos com algumas modalidades de ciclismo já definidas e com reais possibilidades de bem representar Urussanga.


Panorama – O calendário da primeira prova do próximo ano, começa quando e quais as cidades do Estado que apresentam maior número de participantes.

Fabiano: Na verdade, em tese, não existe uma cidade, existe gente de várias partes do Brasil.

Este calendário é tido como a nível nacional e provavelmente, agora a partir da primeira semana de outubro, seja definido por Paris e, então, teremos a vinda de um grande número de ciclistas para se desafiarem aqui nas Terras de Urussanga.

Gostaria de enfatizar que estamos muito bem, já somos referência no País, o trabalho é sério, os companheiros são dedicados, os participantes gostam de vir a Urussanga e, mesmo que sem muita publicidade, neste momento nós estamos percebendo que as perspectivas são muito animadoras em termos da prática do ciclismo e realização de grandes provas em Urussanga.

Comments


bottom of page